A pequena aldeia do Pereiro situa-se no Concelho de Mação, em Santarém, e foi o ano passado candidata às 7 Maravilhas de Portugal - Aldeias de Portugal. Repleta de beleza natural e paisagem rural esta aldeia tem pouco mais de cem habitantes, mas, por altura da festa, famosa em toda a região e que se realiza sempre no último domingo do mês de agosto, é possível encontrar milhares de curiosos, turistas e famílias nas ruas.

A festa remonta à década de 40 quando os habitantes locais começaram a enfeitar as ruas com pinheiros caiados, criando arcos com cerca de dez metros de altura os quais enfeitavam com bandeirinhas coloridas. Era a forma das gentes locais homenagearem a passagem da procissão da Nossa Senhora da Saúde, santa padroeira da aldeia.

Com o passar do tempo as bandeirinhas deram lugar às flores em papel, tendo a ornamentação das ruas sido estendida para as portas e janelas das casas. E como em todas as boas tradições o papel dos habitantes locais foi fundamental para que esse costume chegasse até aos dias de hoje. O entusiasmo pelo enfeite das ruas foi passando de uns para os outros e entre gerações.

Infelizmente, muitas das vezes fazia chuva na altura da festa e as flores de papel acabavam por perder o encanto, muitas tinham mesmo de ser substituídas ou simplesmente retiradas antes da passagem da procissão.

Inventivos, como só os locais sabem ser, depressa trocaram as flores de papel por plástico, o que tornava este jardim suspenso imune às chuvas e ao vento, além de permitir criar mais flores e enfeites.

Actualmente, quase todas as ruas e largos da aldeia são enfeitadas por estas fantásticas flores de plástico que os habitantes locais fazem durante todo o ano para depois as suspenderem em arcos durante a semana da festa.

Há cinco anos a associação cultural registou a marca "Pereiro de Mação - Capital das Ruas Enfeitadas" fazendo jus aos jardins suspensos e floridos que por esta altura encantam a aldeia e os milhares de pessoas que por lá passam para a ver.

Com esta distinção a festa passou a ter impacto nacional e até internacional, tendo sido recentemente distinguida pelo The Guardian como uma das grandes festas tradicionais da Europa.

Mas nem só de flores se faz a festa do Pereiro, durante a semana que antecede a procissão da Nossa Senhora da Saúde há romarias tradicionais, música ao vivo no largo da aldeia que dura até de manhã, comes, bebes e muita animação.

Este ano as ruas ficarão enfeitadas até ao próximo domingo dia 26 e a festa promete ser a melhor dos últimos anos. Do que é que está à espera?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.