São vários os motivos que justificam uma visita ao Moinho do Papel em Leiria.

Moinho do Papel
créditos: andarilho.pt

Em primeiro lugar, a visita é recomendada à sexta-feira, para se saborear o pão. De centeio e trigo.

À sexta-feira e por encomenda. "Telefona-se e ela faz de acordo com as encomendas.”

Moinho do Papel
créditos: andarilho.pt

Alcina e Fernando Cadima regressavam do moinho de cereais, onde foram buscar um pão de mistura, das farinhas produzidas nas quatro mós.

Este é o primeiro motivo. Junta-se a beleza do lugar. Uma estrutura de vários edifícios que remonta ao início do século XV e que foi reabilitada em 2009 pelo arquiteto Siza Vieira.

Moinho do Papel
créditos: andarilho.pt

Podemos circular na zona exterior, em particular junto à margem do rio Lis.

Após uma cascata, a água é desviada, passa por debaixo de um edifício, o moinho dos cereais, para fazer girar os rodízios.

Moinho do Papel
créditos: andarilho.pt

De seguida, é encaminhada para uma passagem estreita onde está a primeira de três rodas enormes da azenha.

A força da água era aproveitada para um lagar e para o fabrico do papel tradicional de algodão.

Moinho do Papel
créditos: andarilho.pt

A matéria prima era o trapo. O moinho é de 1411 e, segundo a cronologia afixada numa parede do primeiro edifício, ficamos a saber que, “aqui se fabricou o primeiro papel português por alvará do rei D. João I.”

Moinho do Papel
créditos: andarilho.pt

Num outro pavilhão um vídeo explica-nos o processo de fabrico e temos ao lado as dornas de madeira com água onde se inicia o processo.

Moinho do Papel
créditos: andarilho.pt

Vários estendais pendurados nas paredes têm pedaços de papel a secar.

Um processo interessante, para alguns uma descoberta, como foi o meu caso. Pelo testemunho de Alcina e Fernando Cadima, também os mais novos costumam partilhar esta experiência.

Moinho do Papel
créditos: andarilho.pt

“Vêm para aqui fazer papel e outros ateliers. É um espaço muito frequentado pela cidade. Realizam-se aqui várias atividades.”

Moinho do Papel
créditos: andarilho.pt

Por último, o enquadramento paisagístico. O moinho acompanha a margem esquerda do rio Liz, uma zona muito arborizada e até podemos contar com a presença de patos e outras aves.

Na outra margem há um percurso pedonal que acompanha o rio Lis até ao centro histórico de Leiria.

Moinho do Papel
créditos: andarilho.pt

Moinho do Papel em Leiria “aqui se fabricou o primeiro papel português” faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.