A aldeia situada entre a Ericeira e Mafra é conhecida por vários nomes. Para além de Aldeia-Museu José Franco também é habitual ser chamada de Aldeia Saloia, Aldeia Típica do Sobreiro ou mesmo Aldeia Típica de José Franco. Esta aldeia é uma das mais reconhecidas aldeias musealizadas do país.

Para contar a história desta aldeia temos de recuar até 1920, ano do nascimento do oleiro José Franco. Filho de um sapateiro e de uma vendedora de loiça porta-a-porta (e em feiras, quando o negócio estava fraco), José Franco conviveu com o ofício de oleiro desde tenra idade. O Sobreiro era, na altura, um importante centro oleiro, e habitual as gentes da terra aprenderem a manusear o barro e a fazerem disso profissão. Franco aprendeu o ofício com dois mestres oleiros locais antes de começar, aos 17 anos, a trabalhar por conta própria.

No início dos anos 60, José Franco começou a dar forma a um sonho antigo, recriar uma aldeia de carácter etnográfico, onde estivesse espelhado o modo de viver das gentes locais. Era uma forma de homenagem à sua terra.

Como dizia Fernando Pessoa - "Deus quer, o homem sonha, a obra nasce" - e desta vez não foi exceção.

A aldeia teria dois componentes principais: Seria uma réplica das antigas oficinas e lojas, dos espaços comuns, decorados por objectos reais e onde se reproduziam os costumes e atividades laborais do seu tempo de infância e da vida camponesa da região de Mafra.

Não obstante a aldeia teria uma área de lazer, dedicada às crianças, repleta de miniaturas de casas e habitantes que retratavam as atividades da época.

Nesta aldeia haveria um pouco de tudo. Carpintarias, moinhos de vento, mercearias, escolas, adegas, camponeses e até, imagine-se, uma reprodução da vila piscatória da Ericeira.

Muitos anos depois a Aldeia-Museu obteve uma nova área, murada como um castelo, com um parque infantil e com alguns engenhos agrícolas que as crianças podiam movimentar livremente.

Hoje, o pequeno mundo moldado pelas mãos de José Franco é visitado por milhares de pessoas. Foi erguido um museu, dedicado ao autor falecido em 2009, onde os visitantes podem encontrar réplicas à escala humana de muralhas de castelos, moinhos de vento, uma adega onde se podem provar os vinhos da região e onde se pode comprar o famoso pão com chouriço.

Na Aldeia de José Franco cabe a dedicação de uma vida à nobre atividade tradicional da olaria, expondo ainda a rica cultura artesanal do Concelho de Mafra.

Morada: Estrada Nacional 116 Sobreiro - Mafra

Entrada: Gratuita

Horário:

9h30 - 18h (Inverno)

9h30 - 19h (Verão)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.