Este troço de pegadas de dinossauros foi descoberto há cerca de 20 anos, quando se faziam trabalhos numa pedreira e alguém se apercebeu das enormes depressões que existiam no terreno.

Seriam depois classificados como trilhos nítidos e repetidos de pés e mãos de gigantes dinossauros, que teriam talvez cerca de 30 metros de comprimento com 20 toneladas de peso.

Dando origem ao Monumento Natural das Pegadas dos Dinossáurios. Nesta nossa visita ficámos também a saber que as marcas agora visíveis terão ficado agarradas ao solo porque na época se tratava de uma zona pantanosa.

É que as pegadas (ao contrário dos ossos) são como um molde da realidade, tornam-se extremamente importantes para melhor se conhecer o comportamento e a forma como estes animais viviam.

Com o passar dos anos, diferentes camadas de solo foram sendo acumuladas, ajudando assim a conservar estes vestígios que passaram tanto tempo escondidos debaixo da rocha. Até serem descobertas com as escavações da tal pedreira.

Trilho de pegadas de dinossauros
Passeio no Monumento Natural das Pegadas dos Dinossáurios créditos: Viajar em Família

Hoje, por influência dos diversos movimentos a que já foi sujeito o nosso planeta, o terreno encontra-se inclinado mas nem sempre terá sido assim.

Este parque natural com pegadas de dinossauros fica num dos extremos das Serras de Aire e Candeeiros, a cerca de 7 km de Fátima, no centro de Portugal.

É um lugar muito calmo e bonito. E confesso, quando chegámos tive mesmo a sensação de estarmos num lugar imponente. Quase mágico. Guardião de um qualquer tesouro super importante. Que, na verdade, é mesmo!

A visita ao Monumento Natural das Pegadas dos Dinossáurios está dividida em duas partes:

  • Exibição de um filme (dura cerca de 15 minutos). As imagens datam da época em que se fez a descoberta das pegadas dos dinossauros na pedreira. Depois seguem-se outras informações gerais sobre estes animais, o seu repentino e misterioso desaparecimento do planeta Terra.
  • Passeio pelo terreno (contem com cerca de uma hora). A paisagem é majestosa, há silêncio nos trilhos, um pequeno jardim com fósseis e até um painel ilustrado que vai desde o Precâmbrico à época Actual.

Gostei de tudo. Mas fiquei um pouco surpreendida com o aspecto pouco cuidado e até quase deserto do parque. Fico mesmo decepcionada quando vejo lugares assim destes tão preciosos, com tanta relevância histórica, serem tão pouco mimados.

Trilho de pegadas de dinossauros
Passeio no Monumento Natural das Pegadas dos Dinossáurios créditos: Viajar em Família

Espero então que esta partilha sirva para vos aguçar a curiosidade e um dia possam visitar este lugar que proporciona uma interessante viagem no tempo.

Saibam que os acessos são bons. Tenham apenas em atenção que o passeio a pé se faz por subidas e descidas, escadas e terra batida.

Ou seja, carrinhos de bebé são para esquecer e é preciso usar calçado confortável. Ainda uma outra recomendação, como a visita se faz num descampado sem sombras nem qualquer outro apoio logístico, evitem as horas de maior calor. E vão prevenidos com água.


Monumento Natural das Pegadas dos Dinossáurios

Estrada de Fátima, Bairro - Ourém, Portugal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.