A Madeira é o destino ideal para todos o tipo de viajantes, desde os que procuram luxo ou descanso nas praias, até aos que desejam a aventura nas levadas e veredas que percorrem os cantos mais inóspitos da ilha. Descoberta pelos navegadores portugueses Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e João Gonçalves Zarco descubra ainda os jardins mágicos, os miradouros de cortar a respiração e os museus de visita obrigatória.

O arquipélago é formado pela ilha da Madeira, pelo Porto Santo e pelas Desertas. Das oito ilhas, apenas as duas maiores (Madeira e Porto Santo) são habitadas, tendo, como principais acessos, o Aeroporto da Madeira, no Funchal, e o Aeroporto do Porto Santo. No meio do Atlântico, elas são um refúgio de beleza natural. Entre o azul do mar e o verde-esmeralda da vegetação realça-se o colorido exótico das flores.

A temperatura primaveril que se sente o ano inteiro convida à prática de atividades ao ar livre. Podem fazer-se passeios a pé aproveitando a rede de percursos pelas levadas, visitar a cidade do Funchal conhecer o património ligado à época dos Descobrimentos ou percorrer livremente a ilha.

voos diários para a Madeira a partir dos principais aeroportos nacionais e promoções para viajar até este destino situado a 90 minutos de voo de Lisboa, rico em paisagens de rara beleza.

As festividades ao longo do ano são ocasiões para apreciar a magia da ilha, com destaque para vários acontecimentos: a Festa da Nossa Senhora do Monte (14 e 15 de agosto), Festas do Concelho-São Vicente (22 a 25 de agosto) ou Gastronomia do Caniço (17 a 21 de agosto). A primeira é considerada a principal festa de devoção popular da região e célebre em todas as partes do mundo.

Já a pitoresca vila de São Vicente, situada na costa norte da Madeira, acolhe as festividades em homenagem ao concelho do mesmo nome. Também o centro da vila do Caniço é uma excelente oportunidade para saborear a maravilhosa gastronomia (e provar o famoso Vinho da Madeira) da região, que tem vindo a afirmar-se como cartaz turístico desta localidade.

Descubra os lugares obrigatórios para visitar na ilha

Jardim Botânico da Madeira

O Jardim Botânico é composto por de mais de 2000 plantas exóticas oriundas de todos os continentes, estando algumas espécies botânicas em vias de extinção. Emoldurado pelo mar, vistas de cortar a respiração e recantos mágicos, é composto por várias árvores e arbustos ornamentais. Conta ainda com uma área com orquídeas, relvados, miradouros e um anfiteatro para atividades lúdicas.

Madeira

Forte de São João Baptista

O Forte de São João Baptista constitui uma réplica do forte anterior, datado de 1730. Este forte foi construído para proteger a localidade de ataques e pilhagens de piratas, ataques muito comuns na época. No seu interior está instalado o Aquário da Madeira. A Câmara Municipal do Porto do Moniz adquiriu as ruínas do forte de São João Baptista e, dois anos depois, deu início às obras de recuperação, tendo preservado o que restava das antigas muralhas exteriores, como também reutilizado a pedra lá existente para restitui-la à construção original.

Madeira

Museu do Bordado e do Artesanato

Espaço dedicado à história e cultura do Bordado Madeira, recria o ambiente do romantismo de uma casa madeirense. O museu presta homenagem a uma arte secular e oferece ao visitante uma mostra de peças, verdadeiras relíquias, que foram produzidas ao longo de cerca de 150 anos. Mostra o requinte, o luxo e a perfeição desta arte reconhecida internacionalmente. Além da presença de peças de mobiliário do estilo Vitoriano, o núcleo reúne um acervo constituído por peças de Bordado Madeira, produzidas entre o século XIX e o século XX, enquadradas em ambientes recriados para o efeito.

Madeira

Miradouro da Baía d´Abra

Localizado na Ponta de S. Lourenço, península mais a este da ilha assim batizada com o nome da caravela de João Gonçalves Zarco, o Miradouro dá uma magnífica vista, sendo possível observar cada canto e recanto da península, recortada pelo processo de erosão ao longo do tempo. A paisagem árida e despida de vegetação arbórea demonstra a outra face da Ilha.

Madeira

Casa Colombo Museu do Porto Santo

Retratos, mapas e peças do galeão holandês Sloot Ter Hooge são alguns dos elementos históricos que podem ser apreciados na casa-museu do navegador Cristóvão Colombo. Foi aqui que viveu o descobridor aquando da sua passagem pela ilha do Porto Santo, depois do seu casamento com Filipa de Moniz, filha de Bartolomeu Perestrelo, primeiro Capitão Donatário do Porto Santo.

Madeira

Quinta Vigia

Sobranceira ao porto do Funchal, é atualmente a residência oficial do Governo Regional da Madeira. Os jardins combinam harmoniosamente árvores de grande porte, aves exóticas, palmeiras, flores e diversas espécies de plantas para os amantes da botânica. Aqui residiram, entre outros, a rainha Adelaide de Inglaterra, a imperatriz Isabel da Áustria, D. Amélia, a imperatriz do Brasil e sua filha Maria Amélia. A Quinta Vigia é hoje a residência oficial do Governo Regional da Madeira.

Madeira

Vereda da Ilha

O percurso pedestre tem cerca de 8,2 quilómetros e uma duração de três horas. Este trajeto inicia-se na Achada da Teixeira (Santana) com uma curta subida até ao cume mais alto da Madeira, o Pico Ruivo. Na casa de abrigo do Pico Ruivo inicia uma longa e quase contínua descida até à freguesia da Ilha.

Madeira

Levada do Moinho

O percurso de 10,3 quilómetros, com duração 3h30 horas, percorre a Levada do Moinho, onde já existiram vários moinhos de água, desde a Ribeira da Cruz no Porto Moniz ao sítio do Tornadouro, na Ponta do Pargo. A Levada é assim conhecida por ao longo do seu trajeto terem existido vários moinhos de água, dos quais encontram-se as ruínas do moinho das Achadas, moinho das Cancelas e moinho da Levada Grande.

Madeira

Piscinas naturais de Porto Moniz

Aproveitando as características naturais das rochas desta zona da ilha, foram construídas estas piscinas “naturais”, que permitem ao visitante um banho em segurança junto ao rebentar das ondas.

Madeira