O Cromeleque do Xerez tem a forma de um quadrado e as linhas são definidas no terreno pelo alinhamento de 55 menires.

Cromeleque do Xerez
créditos: andarilho.pt

Os menires têm formas muito irregulares como também altura. Um dos motivos é porque alguns deles são apenas fragmentos das peças originais.

No centro do quadrado está um menir que se destaca de imediato. Tem cerca de 4 metros de altura e claramente uma forma fálica.

Cromeleque do Xerez
créditos: andarilho.pt

Num olhar mais próximo, observa-se que foram desenhadas no menir formas geométricas circulares e pequenas covas.

Cromeleque do Xerez
créditos: andarilho.pt

O Cromeleque do Xerez terá entre 4 mil a 3 mil anos antes de Cristo e é mais um dos vestígios megalíticos nesta região do Alentejo.

Cromeleque do Xerez
Convento da Orada créditos: andarilho.pt

A vista do Cromeleque do Xerez é partilhada com o enorme Convento da Orada e estabelecemos uma relação entre os dois espaços sagrados. Mas não foi sempre assim.

Cromeleque do Xerez
créditos: andarilho.pt

Os 55 menires de granito do Cromeleque do Xerez já conheceram outros lugares porque foram deslocados para aqui, para as imediações da aldeia de Telheiro, em 2004, para evitar a submersão com a barragem do Alqueva.

O cromeleque estava frente ao Monte Xerez, próximo de uma anta, a cerca de 5km de Monsaraz.

Cromeleque do Xerez
créditos: andarilho.pt

Por outro lado, em meados do século passado, terá sido sujeito a uma reconstituição onde foram alinhadas as pedras em forma de quadrado. Desconhece-se se, de facto, seria esta a forma original. Mais tarde, em 1998, foi realizado um profundo trabalho arqueológico que deu nova vida ao cromeleque.

O Cromeleque do Xerez está classificado como Imóvel de Interesse Público.

Cromeleque do Xerez
créditos: andarilho.pt

O Cromeleque do Xerez e do Alqueva faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.