Fundada em 1537, Recife começou por ser uma pequena colónia de pescadores atraídos pelas águas calmas que serviam de abrigo às embarcações. Os portugueses criaram aqui um porto, por onde passou toda a produção de açúcar da Capitania de Pernambuco. Os seus canais e pontes valeram-lhe, entretanto, o nome de Veneza Brasileira. Hoje, a cidade é um destino turístico perfeito para umas férias em família.

Uma dupla de praias

Recife, a Veneza brasileira
créditos: Raul DS

Águas esverdeados e muitos coqueiros, eis duas caraterísticas da orla de Recife, na qual se destacam a Praia de Boa Viagem e a Praia do Pina. A primeira é, de longe, a mais procurada por turistas brasileiros e do resto do mundo. Com sete metros de extensão, oferece excelentes infraestruturas, entre quiosques, zona de caminhadas, chuveiros, equipamento para musculação, restaurantes e até hotéis. Vendedores ambulantes também não faltam por estas bandas. De petiscos de frutos do mar a bebidas, passando por artesanato e protetores solares, a oferta é bem variada. Mergulhar é irresistível, mas não pode acontecer depois dos recifes. É que este é um habitat natural dos tubarões. Já a vizinha Praia do Pina é conhecida pelos seus muitos coqueiros. Frequentada tanto por locais quanto por turistas, oferece também boas infraestruturas e uma considerável faixa de areia dourada para muita diversão.

Arte e religião

Recife, a Veneza brasileira
créditos: Bruno Lima - MTUR

Uma das atrações obrigatórias de Recife é o Instituto Ricardo Brennand. Fundado em 2002, apresenta-se como um museu de artes plásticas a céu aberto. Muito procurado pelos turistas, é também conhecido como Castelo Brennand devido às caraterísticas arquitetónicas do edifício que se encontra instalado no parque. Entre as peças aqui expostas estão O Pensador, de Rodin, as espadas do rei Farouk I do Egito e ainda quadros do pintor neerlandês Frans Post. É também no Instituto que encontra a maior coleção de armas brancas do mundo. Siga depois para o Museu Cais do Sertão. Instalado nos antigos armazéns do porto de Recife, o espaço foi inaugurado em 2014 e oferece aos visitantes exposições temporárias e acervo permanente dedicados à cultura do Nordeste brasileiro. Imprescindível é uma paragem na Praça Rio Branco, mais conhecida como Praça do Marco Zero. Considerado local de partida da criação da cidade, é a partir daqui que são feitas as medições oficiais das distâncias rodoviárias. É também aqui que se reúnem os foliões durante o Carnaval. Coloque a câmara a postos e prepare-se para clicar sem parar, que a arquitetura dos edifícios em redor da praça merece. A religiosidade também marca presença na história e na vida quotidiana da capital de Pernambuco.

Recife, a Veneza brasileira
créditos: Bruno Lima - MTUR

A cidade tem muitas igrejas a provar isso mesmo, como é o caso da Igreja da Madre de Deus. Construída no século XVII pelos padres oratorianos da congregação de São Felipe Néri, já sofreu obras de restauro e destaca-se pela fachada em estilo barroco na qual foi usada pedra vinda do recife. Acrescente à rota das igrejas a Capela Dourada. Consagrada como um dos monumentos barrocos mais importantes do Brasil, faz jus ao nome, apresentando cobertura de finas camadas de ouro do chão ao teto. A sua construção começou no final do século XVII e terminou em 1724.

Uma ida às compras

Recife, a Veneza brasileira
créditos: Portal da Copa/ME

Uma viagem nunca fica completa sem algumas compras, quanto mais não seja de recordações para familiares e amigos. A cidade do Recife tem vários centros comerciais, com lojas variadas, mas o destaque para o Paço Alfândega que, para além da oferta comercial, vale pela sua bela arquitetura. Se procura souvenires, nada como o Centro de Artesanato de Pernambuco, onde encontra peças criadas por artistas do estado nos materiais mais diversos, entre tecido, vidro, cerâmica ou madeira. Outra boa opção é a feirinha de Boa Viagem, com as suas muitas lembranças, roupas e comidas típicas. Anote ainda o Mercado da Boa Vista, um local simples, mas muito aconchegante, perfeito para uma pausa ao fim do dia.

O Nordeste espera por si em Recife. Reserve já o seu voo com a TAP e entre no ritmo na capital de Pernambuco.

Recife ida e volta desde 921€