Recife dos navios: era assim que a cidade à beira do mar e do rio era chamada em tempos idos. Este simples porto de Olinda transformou-se num ponto de encontro de várias culturas, dando origem a um mosaico de costumes e a um destino turístico que atrai visitantes dos quatro cantos do mundo.

Capela Dourada

Recife: praia, Carnaval e tradição
créditos: Wilfredor/CC0

Também conhecida como Capela dos Noviços, é considerada uma das mais belas igrejas de Pernambuco. Parte do complexo de edifícios do Convento e Igreja de Santo António, está entre os símbolos da opulência que marcou a Ordem Terceira de São Francisco de Chagas, fundada na cidade no século XVI. A capela começou a ser construída em 1696 e teve como arquiteto um dos homens mais importantes da época: António Fernandes de Matos, que entrara para a ordem. O ouro nos altares e nas paredes valeu-lhe o nome, sendo ainda de destacar os painéis de azulejos portugueses e os frescos que lhe conferem uma variedade de cores.

Instituto Ricardo Brennand

Recife: praia, Carnaval e tradição
créditos: PennyLane89075/CC BY-SA 4.0

Inaugurado em 2002, esta réplica de um castelo medieval é uma paragem obrigatória para os amantes da arte ou não abrigasse a coleção particular do industrial pernambucano Ricardo Coimbra de Almeida Brennand. Se as peças são motivo para uma visita, o mesmo se passa com a própria localização. O Instituto ocupa uma área de mais de 77 mil metros quadrados cercados por uma reserva de mata atlântica. Para além de uma galeria para exposições temporárias, encontra aqui o Museu Castelo São João (dedicado a armas brancas), um auditório, uma pinacoteca e uma biblioteca. O espaço, a que muitos chamam Castelo Brennand, foi já eleito o melhor museu da América do Sul pelo TripAdvisor.

Praça do Marco Zero

Recife: praia, Carnaval e tradição
créditos: A. Júnior

Tem o nome original de Praça Barão do Rio Branco, mas ficou conhecida como Praça do Marco Zero por começarem aqui todos os caminhos de Pernambuco. Para além do marco de cor vermelha, tem no centro a rosa dos ventos pintada por Cícero Dias. Sede do Carnaval do Recife, recebe nos restantes meses do ano turistas em busca de uma vista de cortar a respiração. Rio, mar, arquitetura holandesa, tudo se localiza ao redor desta praça.

MUSEU CAIS DO SERTÃO

Recife: praia, Carnaval e tradição
créditos: Wilfredor/CC0

O antigo armazém 10 do porto de Recife alberga este museu e espaço cultural dedicado à tradição nordestina. Eleito um dos melhores museus da América do Sul em 2015 pelos utilizadores do TripAdvisor, convida a uma viagem pelo modo de vida sertanejo através de exposições, filmes ou salas de música. A destacar um espaço cortado por um curso de água que simboliza o rio São Francisco.

Embaixada dos Bonecos Gigantes

Recife: praia, Carnaval e tradição
créditos: Prefeitura de Olinda - Flickr/CC BY 2.0

Não esteve no Recife ou em Olinda durante o Carnaval? Nem tudo está perdido. Neste espaço de exposição na Rua do Bom Jesus tem à sua espera os famosos Bonecos Gigantes de Olinda. Para além de uma mostra permanente, pode ainda conhecer os que desfilaram nas festividades mais recentes. Entre celebridades brasileiras e internacionais, encontram-se aqui bonecos que homenageiam Roberto Carlos, Ayrton Senna, Elvis Presley ou Michael Jackson.

CONVENTO DE SÃO FRANCISCO

Recife: praia, Carnaval e tradição
créditos: Prefeitura de Olinda - Flickr/CC BY 2.0

O convento primitivo, datado de 1585, foi o primeiro estabelecimento franciscano do Brasil. Este espaço histórico e recheado de tradição. Localizado em Olinda, inclui a Igreja de Nossa Senhora das Neves, a Capela de São Roque, a Capela Santana e o claustro. Preste especial atenção aos 16 painéis de azulejos portugueses que contam a história da vida e da morte de Francisco de Assis.

ALTO DA SÉ

Recife: praia, Carnaval e tradição
créditos: Adam Jones, Ph.D./CC BY-SA 3.0

Se um passeio panorâmico está nos seus planos não pode deixar de ir até este spot em Olinda. As feirinhas de comidas típicas, as tapioqueiras e o mercado de artesanato vão tornar a visita ainda mais inesquecível. Daqui avista a maravilhosa paisagem da cidade de Recife e do mar e nada como uma viagem no Elevador Panorâmico para conseguir fotografias fabulosas. Aproveite ainda para visitar a Catedral da Sé, famosa pelos altares folheados a ouro e os azulejos portugueses.

PRAIAS

Recife: praia, Carnaval e tradição
créditos: Cleber Nadalutti/Unsplash

Com sete quilómetros de extensão, Boa Viagem é a praia mais famosa de Recife. As infraestruturas aqui são bastantes, incluindo parques infantis, equipamentos de ginástica e espaços desportivos. A Praia da Boa Viagem é protegida por uma barreira de recifes – que dá nome à cidade – mas nem pense em aventurar-se para além deles; a probabilidade de dar de caras com um tubarão é elevada. Se tem o kitesurf entre as suas modalidades favoritas, não pode deixar de dar um salto até à Praia do Pina. Para além da prática deste desporto, a praia destaca-se pelo tom esverdeado da água e pelos muitos coqueiros que se estendem por toda a sua orla. A longa faixa de areia concentra outros atrativos, como quiosques com petiscos e bebidas. A incluir no roteiro é ainda a praia de Porto de Galinhas, no vizinho município de Ipojuca. Muito procurada por turistas, deslumbra pelo seu mar azul, as piscinas naturais e a simpatia dos habitantes locais.

CARNAVAL

Recife: praia, Carnaval e tradição
créditos: Ugo Di Cantisani/CC BY-SA 4.0

Recife e Olinda festejam o Carnaval com uma mistura de ritmos e culturas. A era colonial está bem presente nos traços das tribos africanas e indígenas, na altura sujeitas à escravatura. Nestes seis dias e seis noites de folia é possível ouvir e dançar do maracatu à música popular brasileira, passando pelo frevo ou o samba. E mesmo antes, porque se realizam festas de Carnaval logo a partir de dezembro. O arranque oficial é dado pelo Galo da Madrugada, considerado o maior bloco carnavalesco do mundo. Já muito tocante é a Noite dos Tambores Silenciosos, que homenageia os escravos africanos que morreram na prisão. Em Olinda, a festa é igualmente contagiante. A primeira festa acontece dois domingos antes com as Virgens do Bairro Novo, um bloco bem animado. Nesta cidade vizinha, a grande atração são os enormes bonecos que desfilam durante toda a semana.

No Carnaval ou em qualquer outra altura do ano, Recife é um destino a ter em muito boa conta na sua bucket list. Faça já a sua reserva com a TAP e parta à descoberta de uma das mais vibrantes cidades do Nordeste.

Recife ida e volta desde 921€