A estátua em bronze da pequena sereia, inspirada numa personagem de Hans Christian Andersen e esculpida por Edvard Eriksen, colou-se-lhe como a imagem de marca, a par das coloridas casas no porto de Nyhavan. São ícones da cidade a não perder em qualquer visita. Mas Copenhaga não se esgota aqui.

Restaurantes, galerias, lojas de produtos orgânicos, roupas de estilo nórdico: há um novo mundo a fervilhar na cidade. Bairros como Vesterbro e Meatpacking são agora movimentados e populares, enquanto a área de Christiania mantém a atratividade de sempre pela sua singularidade. Ou não fosse um pequeno paraíso hippie.

Este verão, a cidade é ainda animada pelo Copenhaga Cooking & Food Festival , que se realiza entre 24 de agosto e 2 de setembro, onde poderá encontrar gastronomia típica da região nórdica e pelo Fredagsrock (Friday Rock), que todas as sextas-feiras até 21 de setembro tem lugar nos jardins Tivoli.

Para os cosmopolitas, para os que seguem as tendências e para aqueles que gostam de sentir o pulsar da cultura local, a novidade espreita a cada esquina e há um outro lado da cidade dinamarquesa para descobrir.

Leia as nossas sugestões imperdíveis.

Compras

Se já se rendeu ao estilo nórdico, o centro de Copenhaga vai fazer as suas delícias. Caso não seja o seu caso, é bom provável que passe a ser. Strøget, onde se situam algumas das cadeias mais conhecidas, é uma das ruas mais longas da Europa e só por isso merece uma visita. Porém, é em Pilestra que irá encontrar as lojas de design escandinavo. Elmegade e Jægersborggade são também excelentes opções. Modernas, concorridas e joviais, tornaram-se a casa de galerias de arte, produtos orgânicos, roupas vintage, cerâmicas e joalheiros.

Copenhaga

Vesterbro

A atmosfera única do bairro convida a ficar além da visita aos restaurantes e às lojas hipster característicos da zona. O Kalvebod Bølge, na orla marítima, é um dos pontos de interesse – um espaço urbano que aproxima a cidade da água e atrai pela descontração. É comum encontrar grupos de jovens a conviver ao fim do dia, enquanto do outro lado do rio, no Islands Brygge se desenrolam atividades aquáticas. Ainda neste bairro, conheça a Visit Carlsberg, a primeira cervejaria da marca. Aqui poderá viajar às origens e história da cerveja dinamarquesa.

Copenhaga

Jardins Tivoli

É um dos principais pontos de atração da cidade. Para todas as idades e de fácil acesso, é a simplicidade que conquista os visitantes. O local perfeito para um picnic rodeado de jardins e edifícios históricos. À noite, milhares de luzes transformam o cenário num ambiente único e charmoso.

Copenhaga

Meatpacking

Conhecido outrora por ser o epicentro da indústria de carne em Copenhaga, transformou-se nos últimos anos num novo cluster criativo, com uma agitada vida noturna. Oferece uma panóplia de restaurantes e, com tanta oferta, o difícil será escolher em qual entrar. É ainda um dos principais destinos dos amantes da música underground que se dirigem até ao KB18, ou dos mais apaixonados pela arte que se dividem entre as VI Gallery, Galleri Bo Bjerggard e Gallery Poulsen.

Copenhaga

Freetown Christiania

Christianshavn é bairro mais alternativo de Copenhaga e obrigatório para qualquer turista. Entre as coloridas casas, deambule pelas ruas ricas em locais de música e restaurantes baratos, até encontrar a Freetown Christiania, uma comunidade independente com auto-gestão aberta ao público, onde o orgânico e ecológico são palavras-chave.

Copenhaga

Comida de rua orgânica

Já conquistou Copenhaga e tornou-se parte do dia a dia de quem habita a cidade. Descontraia ao fim do dia, enquanto bebe um copo de vinho e satisfaz o seu apetite ao som de música ao vivo. Seja no enorme mercado Torvehallerne, onde irá encontrar cerca de 60 stands, ou em carrinhas de street-food, renda-se aos hábitos gastronómicos orgânicos tão populares nas ruas dinamarquesas.

Copenhaga
Copenhaga desde 62€