A caverna foi descoberta na primavera por um grupo de investigadores que encontraram um "buraco negro" que revelou ser uma das maiores cavernas do Canadá. Segundo o Times, a abertura da caverna é tão grande que poderia acomodar a Estátua da Liberdade.

Para evitar que a caverna seja invadida por turistas que podem causar danos, a localização exata continua no "segredo dos deuses", o que provavelmente só a torna mais tentadora aos olhos dos instagramers e outros curiosos.

No entanto, é provável que a caverna não se mantenha secreta por muito tempo e se torne popular entre os turistas. Quando isso acontecer, será fácil qualquer utilizador cruzar-se com fotografias do local nas redes sociais.

Recentemente, foi lançada uma campanha contra a identificação geográfica de fotos nas redes sociais, uma vez que isso acaba por arruinar pontos pitorescos por todo o mundo, que recebem mais turistas do que estão preparados para suportar. Este tipo de campanhas e o facto dos locais considerados “instagramáveis” serem mantidos em segredo podem funcionar a curto prazo, mas, provavelmente, não irão parar os turistas ávidos por fotos inspiradoras em locais remotos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.