Se há país onde a natureza comunga com as cidades é o Brasil. E Belém do Pará é apenas mais um exemplo de como o meio natural se funde com a cidade e se tornam um só. Conhecida por ser uma porta de entrada para a Amazónia, esta bela cidade brasileira não terá melhor descrição do que “exuberância”.

A cidade é conhecida pela chuva que cai todas as tardes, seja verão ou inverno - os versos de Gal Costa a cantar “são as águas de março fechando o verão",  nunca poderá ser sobre Belém. O clima tropical é marca da cidade e faz parte do seu charme. Sendo uma cidade portuária e histórica, é marcadamente influenciada pela Amazónia.

Em outubro tem lugar o Círio de Nazaré, a maior procissão do Brasil que atrai cerca de dois milhões de visitantes todos os anos. Por ser uma das cidades mais populares do Brasil, Belém do Pará tem voos a partir dos principais aeroportos nacionais. Esteja atento às promoções e delicie-se com esta surpreendente cidade brasileira.

Veja aqui as nossas sugestões imperdíveis.

Cidade Velha

Porque nem só de praias vive o Brasil, a cidade velha é um dos principais locais de Belém. Viajará até aos séculos XVII, XVIII e XIX, ao deambular pelas antigas casas coloniais marcadas pelos prédios com azulejos portugueses. As portas coloridas são outra das imagens de marca da cidade velha, que criam um ambiente único e especial.

Cidade Velha

Teatro da Paz

Construído há mais de 140 anos, o edifício de estilo neoclássico é uma das principais atrações da cidade, mantendo a aura de luxo desde do seu início. Tendo como autor do projeto, o engenheiro pernambucano José Tibúrcio Pereira Magalhães, foi um importante centro de arte ao receber peças de várias companhias.

Teatro da Paz

Estação das Docas

Localizada na Baía do Guajará, a antiga área portuária conservou a sua estrutura de ferro com origem inglesa, mas sofreu obras de recuperação. Atualmente, repleta de cafés e restaurantes é o local ideal para descontrair durante um relaxante almoço ou ao final da tarde. Alberga ainda diversos espaços culturais e de moda, e é frequentemente palco de eventos.

Estação das Docas

Mangal das Graças

São quarenta mil metros quadrados de área verde para descobrir. Este deslumbrante parque assemelha-se muito a um belo jardim botânico, com a flora típica da região, com vários lagos artificiais e com várias espécies. Ideal para um tranquilo passeio em família ou a dois, coloque calçado confortável e desbrave este belo espaço.

Mangal das Graças

Basílica de Nazaré

Construída em 1909, é da Basílica de Nazaré que sai o Círio de Nazaré, que se realiza anualmente em outubro. A réplica da imagem encontrada por Plácido, esculpida na década de 60, com traços de mulheres amazónicas, segue em direção à Basílica, depois de passar pela Catedral Metropolitana da cidade.

Basílica de Nazaré

Ilhas

As pequenas ilhas próximas às cidades são pequenos paraísos na terra onde a natureza preservada convive com os locais. Conheça a ilha do Combu e a Ilha dos Papagaios, e sinta-se a entrar na Amazónia.

Gastronomia

Marcada por sabores exóticos, a gastronomia paraense é forte e não deixa ninguém indiferente. O conhecido açai faz parte do dia a dia, assim como a tapioca, o tucupi e a jambu. O camarão cozinhado com tacacá é imperdível, assim como os famosos ‘sucos de tapaerebá, cupuaçu e ou de muruci’.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.