Na última semana, o governo sul-africano permitiu a retoma das viagens internas no país, o que representa alguma esperança para o setor do turismo que perdeu mais de 3.9 mil milhões de dólares desde que o país entrou em "lockdown" em março por causa da pandemia de COVID-19. Com este alívio nas medidas de confinamento, fazer um safari pode ser uma opção para os turistas internos. É o que tem acontecido na reserva Dinokeng Game. A beleza majestosa dos animais é um escape para a situação atual.

África do Sul é o país mais afetado do continente africado pela COVID-19. O país contabiliza 559.858 infetados e 10.408 mortos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.