As restrições impostas pela crise do novo coronavírus começam a ser levantadas na União Europeia. Estrangeiros chegam aos poucos ao país adriático e os profissionais do turismo esperam salvar o que resta da temporada.

A Croácia é um paraíso para os amantes do mar. O austríaco Manfred Schwarz resume a semana de navegação com quatro amigos na ilha de Krk: "A paz e o silêncio." "Estávamos sozinhos na maioria dos lugares, ou havia poucos barcos", assinala o amigo Johann Wagner.

O medo inicial do grupo de infectar-se com COVID-19 desapareceu perante a ausência de pessoas. Estão a seis horas de carro de casa. A Croácia espera atrair os visitantes mais próximos, que preferem não arriscar viagens de avião.

As tendas e os barcos, que permitem manter o distanciamento físico, talvez sejam a solução para desfrutar de uma natureza espetacular. "Sozinho numa baía, dentro de um barco. Não há distanciamento melhor", comenta Zeljko Cvetkovic, que aluga embarcações em Krk. "Nos campings, acontece o mesmo."

Campismo de luxo em Krk
Campismo de luxo em Krk créditos: AFP

Estes segmentos sempre foram importantes para a indústria do turismo croata. Embora os hotéis e hospedagens privadas representem a maior parte do setor, eles não serão suficientes para reverter as previsões, segundo as quais o turismo, que representa um quinto da economia nacional, irá ter um retrocesso de 70% este ano.

Retorno da esperança

A Croácia, onde foram registados 110 mortos e 2,5 mil infetados, numa população de 4,2 milhões de pessoas, retorna com cautela à normalidade. O país abriu as fronteiras aos mercados principais, como Áustria, Alemanha e Eslovénia.

En Krk, as reservas começam a tomar o lugar dos cancelamentos. Zeljko Cvetkovic espera conseguir metade da receita anual.

Na Marina Punat, a mais antiga do país, a vida volta a parecer como antes. Donos de barcos limpam os mesmos ou apanham sol. "Apesar do pessimismo inicial, a nossa esperança cresce aos poucos", diz Renata Marevic, diretora da marina.

Marina Punat
Marina Punat créditos: AFP

Os visitantes também estão de volta a um camping cinco estrelas vizinho, que reabriu no fim de maio. O Krk Premium Camping Resort é uma das 800 instalações deste tipo, a maioria situada perto das praias.

Nos últimos anos, o setor do campismo representou cerca de 20% dos pernoites na Croácia. "Manter o distanciamento não é um problema", afirma num bangalow de luxo Florian Marchl, que veio com a família de Salzburgo, Áustria.

Mas deve-se manter a cautela, advertem especialistas. Os casos de COVID-19, que, em meados de maio, eram quase inexistentes, estão a aumentar. "Uma nova onda seria um golpe terrível", alerta Zeljko Cvetkovic.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.