Os projetos foram já debatidos, no final de março, num encontro alargado em que participaram responsáveis do TIA-GT, com o vice-presidente para a Gestão do Conhecimento do Banco Asiático de Desenvolvimento (BAD) e do responsável pelo Grupo Temático para a Área da Cooperação Regional e Integração.

Na reunião, que permitiu avançar na preparação dos projetos, participaram ainda “altos quadros e dirigentes” da administração pública, dos setores privado e de universidades.

A iniciativa insere-se no Corredor Económico Transversal na ilha de Timor, que pretende “unir os dois países e criar oportunidades para um desenvolvimento integrado e sustentado nas duas metades”, explicam os promotores.

Projetos que “darão benefícios à população de Timor-Leste e de Timor Ocidental”, acrescentam.

Na reunião, o ADB “propôs-se apoiar a conclusão das várias das iniciativas já lançadas pela Unidade de Missão TIA-GT, assim como pelo Grupo de Trabalho Trilateral” já a ser desenvolvidas.

Entre os projetos em curso estão iniciativas na criação de gado, biossegurança e controlo e prevenção de doenças e, no turismo, promoção conjunta e lançamento de marca partilhada para a região.

Há ainda projetos que visam “facilitar os procedimentos de movimento de tráfego de pessoas, veículos e mercadorias” e reforçar e agilizar “ligações aéreas eficientes a preços acessíveis às populações”.

O apoio do ADB deverá ser formalizado num memorando de entendimento a concluir com o Governo timorense em breve.

O TIA-GT procura avançar na criação de sinergias neste espaço regional triangular, especialmente na área económica.

Fonte: Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.