Durante a sessão de hoje do comité, a responsável pelo painel de avaliação indicou que a candidatura de Timor-Leste preenchia todos os critérios para a classificação, bem como para a assistência financeira, no montante de 265 mil dólares (234,5 mil euros), salientando a colaboração das comunidades locais no desenvolvimento do projeto.

Os documentos de nomeação, preparados por Timor-Leste, notam que “o tais, o têxtil tradicional de Timor-Leste, é um património cultural que tem sido passado dos ancestrais, de geração em geração”.

Assume “um papel importante na vida do povo timorense, desde o seu nascimento até à morte”, com as peças a serem usadas para receber convidados, para mostrar a identidade cultural e classe social, variando em estilo e cores de região para região do país.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.