A viagem que liga Paris a Viena era uma das mais populares da Europa, antes do comboio ficar suspenso em 2007. Agora, voltou a ser possível viajar de Paris a Viena num comboio noturno. Porém, a primeira viagem foi feita sem passageiros a bordo.

Quando o comboio saiu da estação ferroviária de Viena na noite de segunda-feira, os únicos passageiros a bordo eram funcionários e jornalistas.

As viagens são operadas pela OBB, empresa ferroviária nacional da Áustria, sob a marca Nightjet, e disponibilizam lugares regulares, assim como cabines simples e mais confortáveis ​​para dormir. Algumas das cabines mais luxuosas têm chuveiros privados. O pequeno-almoço também está disponível, ao contrário do Wi-Fi que não está disponível a bordo.

Embora as companhias aéreas de baixo custo sejam o principal concorrente das viagens de comboio de longo curso, a verdade é que o comboio pode ter um preço competitivo para quem reserva com antecedência. No entanto, o maior benefício dos comboios é medido em termos ambientais, já que uma viagem aérea emite cerca de 10 vezes mais CO2 do que uma viagem ferroviária.

Três comboios semanais farão os 1.400 quilómetros entre as duas cidades. A Nightjet planeia também lançar um serviço Paris-Berlim e, no final de 2023, espera ter comboios noturnos entre Berlim, Bruxelas, Paris e Viena.

Além disso, a empresa pretende também lançar uma rota entre Zurique e Barcelona que também serviria a Genebra e Lyon. O governo francês também manifestou interesse em comboios noturnos que ligassem Paris a Barcelona, ​​Copenhaga, Madrid, Roma e até Estocolmo.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.