Situado na rua Brito Capelo, uma das artérias mais centrais de Matosinhos, o restaurante Sergio Crivelli é um dos mais autênticos restaurantes da cidade. O chef Sergio Crivelli nasceu em Itália e apaixonou-se por Portugal nos anos 70, no entanto, foi apenas na década de 80 que se mudou para Portugal, com a família, enquanto trabalhava na multinacional americana Wrangler. Depois de várias décadas a trabalhar na indústria têxtil abandonou o sector em 2011 e, no ano seguinte, abriu o restaurante homónimo.

Agora, é chef no seu restaurante em Matosinhos e recebe os clientes sempre com um sorriso (agora, por baixo da máscara) e com uma boa conversa. Entrar no restaurante Sergio Crivelli é como "pôr um pé" em Itália sem sair de Portugal, já que além do chef italiano, a maioria dos ingredientes, também eles, chegam diretamente de Itália.

A Carta

A carta do restaurante muito polivalente e nela marca presença a mais conhecida iguaria italiana a pizza confecionada em forno a lenha rotativo. Além disso, o espaço destaca-se pela sua variedade de mais de vinte massas frescas que são produzidas no laboratório próprio, num espaço contíguo ao restaurante, respeitando os processos mais artesanais. A qualidade das massas é comprovada nos pratos e também levou a que indústria hoteleira da região recorresse à produção do chef Crivelli para abastecer a restauração dos hotéis, seja na massa fresca de Triticum Durum (sêmola de trigo espécie dura), como na massa fresca sem glúten.

Foto: Joaquim Pedro Santos

Além das massas e pizzas, Sergio Crivelli disponibiliza um conjunto de entradas típicas de enchidos e queijos de origem italiana, (Spoleto – Umbria), especialidades com trufas negras da terra do chef, ou tagliatas de Manzo (vazia maturada grelhada, servida com vários molhos numa base de rúcula à maneira italiana). Tudo harmonizado com uma variada carta de vinhos de origem transalpina.

Apesar dos bons vinhos italianos servidos no restaurante, Sergio Crivelli destaca que os vinhos portugueses também acompanham bem as comidas italianas, sendo uma das recomendações do chef. As sobremesas têm opções como a crostata (com compotas caseiras de frutas da época), o tradicional tiramisu ou panna cotta e, para rematar a refeição, um licor de limão artesanal assinado por Sergio Crivelli e feito com  álcool vindo de Itália.

Oferta sem Glúten

Uma das primeiras informações com as quais nos cruzamos assim que entramos no restaurante é que o espaço é "gluten free". Sergio Crivelli direcionou a sua oferta para este segmento depois de ser confrontado, numa das empresas anteriores ao restaurante, com as restrições alimentares da filha de uma funcionária, intolerante ao glúten, que estava sempre ausente nos eventos da empresa. O chef ficou de tal forma solidário com o impedimento dos celíacos para poder apreciar a cozinha tradicional italiana, que começou a aprofundar o seu conhecimento neste tipo de gastronomia.

Este é um factor distintivo do restaurante que tem, não apenas alguns pratos, mas uma carta completa para celíacos, sendo o único restaurante na Região Norte certificado pela Associação Portuguesa de Celíacos. Todos os pratos do menu especial gluten free são livres desta proteína, desde o pão caseiro a várias massas e também as sobremesas. O empenho do chef nos pratos sem glúten é de tal forma que, em fevereiro de 2012, sagrou-se campeão do mundo de pizza sem glúten, num concurso realizado em Rimini, em Itália.

O restaurante tem capacidade para 50 lugares no interior e mais 20 na esplanada, sendo aconselhável marcação ao fim-de-semana e para grupos. Tem um preço médio de 25 euros por pessoa e encerra ao domingo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.