Sustentabilidade, sustentabilidade e sustentabilidade. Utiliza-se e pensa-se cada vez mais neste termo e não é para menos. Urge agir em prol do planeta e para isso também devemos repensar a forma como viajamos de forma a ir de encontro às ações que realizamos no dia a dia para vivermos de modo mais sustentável, saudável e consciente.

Para viajar melhor preciso de gastar mais dinheiro?

Quando pensamos em viajar melhor, pensamos em qualidade, conforto, o que não está errado, porém, viajar melhor abrange muito mais.

Para viajar melhor não tem necessariamente que ir para um hotel de luxo ou viajar em primeira classe, tem antes que pensar em sustentabilidade, o que significa ter em conta as comunidades locais e a natureza.

Veja o que considerar para viajar melhor:

1. Continue a “ir para fora cá dentro”

Passar férias em casa ou perto de casa é uma boa ideia e, atenção, não é para ficar no sofá ou o dia todo no café da esquina. Pode participar em atividades que permitam depois dormir em casa, visitar locais turísticos, enfim, tirar proveito da oferta turística e de lazer da sua terra. Lá fora, as férias em casa têm o nome de staycation.

13 dicas para se tornar um viajante mais amigo do ambiente
13 dicas para se tornar um viajante mais amigo do ambiente
Ver artigo

2. Evite comprar (e levar) produtos tóxicos para as suas viagens

Protetores solares, champôs e sacos de plástico são alguns exemplos do que deve evitar levar consigo. Lembre-se de como estes produtos podem afetar os destinos que vamos visitar que podem ser, por exemplo, reservas naturais protegidas. Invista em produtos amigos do ambiente, cujas embalagens possam ser reutilizadas, opte por sacos de pano e, se ficar no hotel, deixe ficar os amenities.

3. Repense os seus voos

Vale a pena pensar bem para onde quer voar e porquê. Opte, sempre que possível, voar com as companhias aéreas que se preocupam com o bem-estar dos seus colaboradores e que investem em tecnologia para tornar os voos mais ecológicos. Procure informar-se antes de tomar qualquer decisão.

4. Procure formas alternativas de viajar

Muitos acreditam que vamos passar a viajar menos vezes por ano, mas com mais qualidade e por mais tempo. Assim talvez as viagens até ao destino possam também demorar mais. Veja se é possível viajar de comboio ou barco, por exemplo. Há viagens incríveis.

Europa: 25 rotas de comboio ou autocarro mais rápidas do que as viagens aéreas
Europa: 25 rotas de comboio ou autocarro mais rápidas do que as viagens aéreas
Ver artigo

5. Não se esqueças das comunidades locais

Em muitos lugares, especialmente nos grandes centros urbanos, tomamos conhecimento de que há habitantes insatisfeitos com os turistas. Procure com a sua viagem melhorar - ou pelo menos não prejudicar - a vida daqueles que habitam o destino. Apoie a economia local, procure aprender e partilhar outros conhecimentos com os locais, demonstre interesse. Sairá mais enriquecido e deixará boas memórias.

6. Fique em alojamentos com raízes na comunidade

Opte pelos lugares que empregam a comunidade e que promovam atividades junto à mesma.

7. Deixe os animais em paz

É curioso e tentador, mas sempre que nos aproximamos de um animal selvagem podemos estar a fazer mais mal do que bem. O melhor é não tocar ou fotografar. Só com isto estará a ajudar a reequilibrar sistemas delicados e a minimizar a sua pegada. Lembre-se que pode observar os animais de longe. Apoie os projetos de conservação que trabalham para proteger diferentes espécies de animais.

8. Escolha os destinos certos

Procure lugares que têm investido na proteção do meio ambiente e que estão na linha da frente em relação à sustentabilidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.