Com 11 datas disponíveis para participação mediante inscrição prévia, os roteiros incluem não apenas visitas a locais como o Museu Júlio Dinis, o Mercado Municipal e a Igreja de Válega, mas também experiências práticas como a pintura de azulejos, a degustação de pão-de-ló de Ovar e uma saída para o mar em barcos de xávega.

"Depois do sucesso que estas visitas guiadas tiveram no ano passado, com participantes de várias regiões portuguesas e também de países como a França, Bélgica, Espanha, Holanda e o Chile, decidimos repetir a iniciativa e aprofundá-la", declarou à Lusa o vereador da Cultura na autarquia, Alexandre Rosas.

A aposta incide, por isso, em roteiros que podem ser diferentes em cada dia de visita e adaptar-se mesmo aos interesses manifestados pelos participantes.

"Incluímos o Mercado Municipal porque, para os estrangeiros e mesmo os portugueses que vivem em grandes cidades, há ali um tipo de comércio que eles apreciam muito, com aquele ambiente animado, a possibilidade de comprarem fruta fresca na hora, etc.", explica o vereador.

"Mas também propomos uma visita ao Parque Natural do Buçaquinho, pela recuperação que ali foi feita e pela temática das ervas aromáticas, e, se as condições climatéricas o permitirem, queremos ainda levar as pessoas ao mar, de barco, para conhecerem a pesca tradicional da arte xávega", adianta o autarca.

Parque Natural do Buçaquinho
Parque Natural do Buçaquinho créditos: CM Ovar

Quanto às experiências de caráter mais prático e interativo, Alexandre Rosas realça, para além da degustação do pão-de-ló vareiro, o impacto que a pintura manual de azulejos vem surtindo nos participantes. "Cada um pinta um quadrado e essa peça é-lhes depois endereçada para casa, depois de cozida devidamente, o que faz com que a experiência seja especial, realmente diferenciadora", revela.

Disponíveis em Português, Inglês, Francês ou Espanhol, os roteiros guiados no concelho de Ovar podem ainda integrar visitas a empresas de tanoaria, "porque a produção de pipas é uma atividade que já só persiste em poucos sítios e está quase em extinção".

O próximo circuito está marcado para 23 de junho, seguindo-se novos percursos a 8, 14, 22 e 28 de julho. Em agosto estão previstos programas para os dias 4, 12, 16 e 25, terminando a edição de 2016 da iniciativa com as visitas de 1 e 9 de setembro.

A participação nas visitas é gratuita em todos os espaços sob gestão da autarquia, mas as atividades envolvendo entidades externas obrigarão à aquisição do respetivo bilhete ou serviço.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.