Mudam-se os palestrantes, mas a mensagem mantém-se: consciencializar os jovens portugueses sobre o conceito gap year, dando a conhecer as inúmeras vantagens a nível pessoal, académico e profissional desta prática.

Escola Profissional D. Henrique, no Porto
Escola Profissional D. Henrique, no Porto créditos: DR

A equipa do Norte, constituída pela Marta (@touristing.around) e pelo Ricardo (@ricardo_gfs), despertou sob quatro rodas, envoltos nos ares da Invicta. Dormir numa carrinha tem as suas vantagens: tudo está à distância de um esticão de braço. O quarto, a cozinha, a sala e o hall de entrada estão todos bem compartimentados para dar a sensação de estar em casa. Já a casa de banho... teve de ser improvisada!

Durante a primeira semana e meia, andámos pelos concelhos do Porto, Gaia, Braga, Santa Maria da Feira, Oliveira de Azeméis, São João da Madeira e Aveiro. Não faltaram ovos moles, casas às riscas, pão de Ul e um belo vinho do Porto com vista sob o Douro, no terraço do Hotel Yeatman.

Moliceiro de Aveiro
Moliceiro de Aveiro créditos: Marta Cunha Grilo

Em Vila Nova de Gaia, fizemos uma paragem na costa para visitar uma praia que já foi considerada uma das mais bonitas da Europa pela organização Best European Destinations: a praia de Miramar. Não é uma praia qualquer porque, mais do que areia fina e mar, tem no seu areal a Capela do Senhor da Pedra, construída sobre uma rocha há mais de 300 anos!

Capela Senhor da Pedra, em Miramar
Capela Senhor da Pedra, em Miramar créditos: Marta Cunha Grilo

Nos Açores, o Guilherme (@afonsereno) e o João (@followthesuntravel) foram recebidos de braços abertos pelo pessoal do Experience OC e, antes de iniciarem as palestras, ainda tiveram a passear pela ilha das Flores.

Cascatas do Poço do Ferreiro
Cascatas da Ribeira do Ferreiro créditos: Guilherme Afonso

Dizem que há males que vêm por bem e é assim que os dois descrevem o facto de terem perdido o voo das Flores para o Faial. No aeroporto, conheceram o Marco, da WestCanyon, que lhes ofereceu a oportunidade de fazer canyoning – um desporto que consiste na descida de cursos de água em áreas de montanha.

Depois de umas boleias em São Jorge, no Pico entra o Renato em palco com uma oferta e sugestão irrecusáveis: um carro e o amanhecer na montanha mais alta de Portugal, a montanha do Pico. Pouco tempo depois de aterrar, o Guilherme e o João já estavam de mochila às costas (recheada de roupa quente e comida) e sapatos confortáveis para iniciar a caminhada de 3 horas até ao topo. As imagens falam por si!

Vista do Pico da Ilha de São Jorge
Vista do Pico da Ilha de São Jorge créditos: Guilherme Afonso
Amanhecer no Pico
Amanhecer no Pico créditos: Guilherme Afonso

Nas próximas semanas, no Norte, vamos estar por Águeda, Mealhada, São João da Madeira e Coimbra e, nos Açores, na Ilha de São Miguel, nas cidades de Ponta Delgada e Lagoa. Acompanha tudo no instagram @roadtrip_gapyear.

Artigo escrito por Marta Cunha Grilo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.