1. Conhecer o centro histórico de Angra do Heroísmo

Sabia que o centro histórico de Angra do Heroísmo foi o primeiro do país a ser elevado a Património Mundial da UNESCO em 1983? Três anos antes, um sismo tinha danificado grande parte dos edifícios da cidade que foram rapidamente reconstruídos sob a traça original.

Angra do Heroísmo
Angra do Heroísmo créditos: Wikipédia

Protegida pelo antigo vulcão Monte Brasil, banhada pelas baías de Angra e do Fanal, a cidade mantém o encanto e o charme de outros tempos. Igrejas, mosteiros, edifícios imponentes e espaços verdes fazem de Angra do Heroísmo uma cidade única em Portugal.

2. Deslumbrar-se com a vista da Serra do Cume

É uma das imagens de marcas da Terceira e que lhe confere a alcunha de "manta de retalhos". Na Serra do Cume, a 545 metros acima do nível do mar, é possível observar a grande planície do interior da ilha, com os seus típicos “cerrados”, separados por muros de pedra vulcânica, utilizados como pastagens para o gado.

Serra do Cume
Serra do Cume créditos: Who Trips

Esta área extensa é uma caldeira de um dos primeiros vulcões que originou a Terceira. O miradouro da Serra do Cume pode ser visitado a qualquer altura, mas é um belíssimo lugar para apreciar o pôr do sol.

3. Entrar na chaminé vulcânica do Algar do Carvão

Já imaginou como seria entrar numa chaminé vulcânica com 90 metros de profundidade, formada há cerca de 3200 anos? Não imagine mais, na Terceira pode ter esta experiência ao vivo e a cores, e que cores!

Algar do Carvão
Algar do Carvão créditos: Alice Barcellos

Descer as escadas do Algar do Carvão é ser transportado para o interior da Terra e apreciar como a natureza tomou conta daquelas paredes de lava com tanto verde. Podemos ainda ver uma lagoa e duas grandes cúpulas, uma delas, apelidada de catedral.

4. Dar um mergulho nas Piscinas Naturais dos Biscoitos

São as piscinas naturais mais famosas da ilha, muito concorridas durante o verão. Mesmo que não esteja muito calor, vale sempre a pena fazer uma visita a estas piscinas naturais esculpidas nas rochas vulcânicas. Quem sabe ganha coragem para um mergulho?

5. Saborear a alcatra

Alcatra à Moda da Terceira é um dos pratos mais tradicionais da ilha e, por isso mesmo, tem de experimentar. Os pedaços de alcatra são servidos num alguidar de barro que mantém a suculência da carne.

6. Visitar a Quinta do Martelo

E que tal fazer outra viagem no tempo, desta vez sobre a forma como os primeiros colonos viviam na Terceira? É o que pode encontrar na Quinta do Martelo que mostra como o modo de vida foi evoluindo na ilha. Pode ver as casas tradicionais, a estrutura de uma quinta senhorial, uma antiga mercearia, um alambique ou um sapateiro, além de poder fazer uma caminhada pelos espaços verdes envolventes do lugar.

Quinta do Martelo
Quinta do Martelo créditos: Alice Barcellos

7. Passar um dia relaxado em Praia da Vitória

A segunda cidade da ilha tem o maior areal, portanto é ideal para aproveitar o mar e passear pela marginal.

Veja aqui a nossa sugestão de roteiro de três dias pela Terceira.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.