Esta poderá ser a melhor forma de viajar pós-pandemia de COVID-19. Mais do que nunca, os viajantes estarão atentos ao seu impacto sobre a economia, bem como na vida daqueles que vivem no destino que visitam. Além de fazerem esforços para participar em excursões ecológicas e comprar produtos orgânicos nos mercados locais, os viajantes gastarão o seu dinheiro de forma a beneficiar a economia local e a comunidade, em vez de grandes empresas estrangeiras. Isso inclui optar por pequenos hotéis e lojas locais, por exemplo.

Por outro lado, cabe aos destinos implementar medidas para preservar os ecossistemas, a cultura e o património; medidas essas que passam pelo controlo do número de pessoas que podem visitar certos lugares e pelo investimento na preservação das características que contribuem para a unicidade de cada lugar.

Sabia que Portugal foi eleito, no ano passado, como o melhor destino sustentável da Europa? Percorra a galeria de fotos e descubra destinos que nos fazem acreditar num futuro mais brilhante para o turismo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.