A partir de agora, os visitantes que rumem ao Palau vão ter de garantir que se comprometem a proteger o ambiente, através da assinatura de um juramento que fica colado no passaporte.

A medida, considerada única no mundo, chama-se “Palau Pledge” e deve ser assinada pelos turistas quando chegam a este pequeno país insular, formado por cerca de 340 ilhas no Pacífico.

“Eu faço esta promessa como visitante de proteger e preservar este belo país insular. Eu juro passar sem deixar rastos, agir com gentileza e explorar com consciência”, pode ser lido no “Palau Pledge” (Juramento do Palau, em tradução livre), que foi escrito pelo governo, em colaboração com a associação voluntária Palau Legacy Project.

Com praias paradisíacas, águas transparentes e recifes de corais, como pode ver na galeria de fotos, Palau quer proteger as suas riquezas naturais do crescente número de turistas. Muitos têm comportamentos prejudiciais ao ambiente: capturam tartarugas marinhas ou outros animais para tirar fotografias, caminham em cima dos frágeis recifes de corais e deixam lixo nas praias.

Com uma população de 20 mil habitantes, Palau, um dos países menos populosos do mundo, recebeu 150 mil visitantes no ano passado.

Para já, não existe nenhum tipo de punição a quem quebre o juramento, apenas a intenção de que este sirva como um incentivo à conservação e ao combate de comportamentos prejudiciais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.