O Aquário Sumida, em Tóquio, Japão, fechou as portas ao público no dia 1 de março, devido à pandemia da COVID-19 e, desde então, as enguias começaram a ficar mais tímidas a nervosas. A 28 de abril, o aquário partilhou um comunicado no seu site onde explica que o comportamento das enguias é preocupante - não apenas porque as estão a começar a voltar à sua natureza selvagem e cautelosa, mas também porque ao esconderem-se tornam impossível aos tratadores verificarem o seu estado de saúde.

Na esperança de recordar as enguias como eram as suas vidas antes da quarentena - cheias de humanos - o aquário anunciou um "Face Show Festival", durante o qual as pessoas podem ligar para conhecer as enguias através do FaceTime.

Se desejar participar, o aquário solicita que mantenha o silêncio durante chamada do FaceTime. Os visitantes virtuais podem acenar, mostrar os rostos e falar baixinho, mas o aquário avisa que qualquer barulho alto pode assustar e perturbar as enguias.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.