Por Luís Salvado

15 de Dezembro de 1985

Assinada primeira carta de intenções entre a Walt Disney Company e o governo francês para a construção de um parque Disneyland. No final de 1984, havia 1200 localizações possíveis, reduzidas a quatro em março de 1984: duas em França e duas em Espanha. O primeiro país tinha a favor um turismo constante ao longo do ano, o segundo um quase permanente clima subtropical. A zona rural de Marne-la-Vallé, perto de Paris, acabou por ser a escolhida por estar a menos de quatro horas de carro de 68 milhões de europeus e a menos de duas horas de voo de mais de 300 milhões de pessoas.

1 de abril de 1986

A polémica instala-se em França quando uma notícia falsa do diário “Le Parisien”, feita como partida de dia 1 de abril, indica que a Torre Eiffel será desmontada e remontada no Parque Disneyland, para que no seu lugar seja construído um estádio para os Jogos Olímpicos de 1992.

24 de março de 1987

A Walt Disney Company assina com o governo francês o contrato oficial para a construção de um parque temático em Marne-la-Vallé, a ser chamado Euro Disney, com abertura prevista para 1992 e um desenvolvimento de 30 anos.

1 de agosto de 1988

Arranque das obras de construção do Parque. Novembro de 1989 - No lançamento das ações da Euro Disney SCA na Bolsa de Paris, há protestos públicos do Partido Comunista que, como alguns setores da sociedade francesa, se insurgem então contra o que consideram uma invasão da cultura americana em solo nacional, ficando como símbolo da época o termo “Chernobyl cultural” aplicado ao Parque pela encenadora Ariane Mnouchkine. Entretanto, a absorção da Disneyland Paris pela realidade francesa passou a ser tão absoluta que a existência da mesma deixou de ser objeto de discussão.

12 de abril de 1992

Abertura oficial, às 9h, do então designado Euro Disney Resort (hoje Disneyland Paris), que integrava o parque temático Euro Disney (hoje Disneyland Park), a área de lazer adjacente Festival Disney (hoje designada Disney Village) e os seis hotéis temáticos em redor. Na véspera, na apresentação à imprensa e convidados, estiveram presentes estrelas como Melanie Griffith e Don Johnson (que apresentaram a cerimónia televisiva), Eddie Murphy, Michael J. Fox, Gina Lollobrigida e Jean-Claude Van Damme.

12 de abril de 1992
créditos: Disneyland Paris

28 de julho de 1992

Michael Jackson, um grande fã da Disney, visita o Parque durante a “tour” “Dangerous”. Durante a parada noturna, sem que os visitantes saibam, Jackson viaja no interior do carro do dragão Elliot.

7 de março de 1993

Com mais de 50 mil visitantes, o Parque atinge o limite da capacidade e vê-se obrigado a fechar a entrada nesse dia, batendo o recorde de visitas de qualquer parque Disney durante o mês de março. Mesmo assim, a crise económica que então assolava a Europa e o consumo muito reduzido dos visitantes no parque levam a que, apesar do elevado número de entradas, as estimativas das receitas iniciais saiam bastante abaixo do previsto inicialmente.

20 de março de 1993

A Sleeping Beauty's Gallery abre no Castelo da Bela Adormecida que está no centro do Parque, e conta a história da princesa em tapeçarias e vitrais. É a primeira atração inaugurada após a abertura da Disneyland Paris e a primeira de uma série de novas atrações a abrir em 1993 para aumentar a capacidade do Parque.

30 de maio de 1993

Na entrada da Frontierland, é aberta ao público a atração Legends of the Wild West, um forte do tempo dos colonos que pode ser visitado.

30 de junho de 1993

Abre na Fantasyland The Old Mill, uma atração baseada na curta-metragem oscarizada “O Velho Moinho”, em que os visitantes viajam nas pás de um moinho. Está encerrado desde 2001 devido às longas filas que gerava.

30 de julho de 1993 

Abertura de Indiana Jones et le Temple du Peril, a segunda montanha-russa no Parque (a primeira foi Big Thunder Mountain), que tinha então o único loop vertical a 360 graus de um parque Disneyland. George Lucas fez uma inauguração oficial a 10 de dezembro de 1993. Entre 2000 e 2005, os assentos foram invertidos e os visitantes faziam o percurso de costas.

19 de maio de 1994

Abertura da estação de TGV de Marne-la-Vallé, à porta do parque e que o liga a toda a Europa.

10 de junho de 1994

Apesar dos 17 milhões de visitantes que teve em 18 meses, o Parque perde dinheiro, o que obriga ao plano de reestruturação financeiro assinado neste dia, com um aumento de capital de 882 milhões de euros. Em salvação da Disneyland Paris, como nos melhores contos de fadas, surgiu um príncipe árabe, Al Waleed bin Talal, membro da família real da Arábia Saudita, que investiu no Parque e se tornou um dos seus mais importantes acionistas.

1 de outubro de 1994

O Parque muda oficialmente de nome: de Euro Disney passa a chamar-se Disneyland Paris, para beneficiar da associação à Cidade-Luz. Mesmo assim, em Portugal o primeiro nome teima em não sair do uso corrente.

31 de maio de 1995

Gala de abertura da Space Mountain na Discoveryland, que passou a ser a melhor montanha russa do mundo e se tornou um símbolo da recuperação financeira da Disneyland Paris, que permanece, até aos dias de hoje, a maior atração turística da Europa.

6 de junho de 1997

Festival Disney muda oficialmente de nome para Disney Village. Um mês antes, abriu lá um complexo de oito ecrãs de cinema da Gaumont.

16 de agosto de 1998

Encerramento da atração Captain Eo, um filme em 3D realizado por Francis Ford Coppola e protagonizado por Michael Jackson. No seu lugar, abriria em março de 1999 a atração Honey, I Shrunk the Audience. A 12 de junho de 2010, Captain Eo regressaria temporariamente ao mesmo espaço.

24 de setembro de 1999

É anunciada oficialmente a abertura de um segundo Parque para 2002, dedicado aos bastidores do mundo do cinema, que viria a chamar-se Walt Disney Studios. No final dos anos 80, a abertura deste segundo parque estava prevista para 1995 mas as dificuldades financeiras que vitimaram o complexo nos primeiros anos obrigaram ao adiamento.

10 de janeiro de 2001

O Parque atingiu os 100 milhões de visitantes.

créditos: Disneyland Paris

Janeiro de 2002

O complexo Disneyland Paris muda de nome para Disneyland Resort Paris, englobando o Disneyland Park, o Parque Walt Disney Studios (que abririam em março de 2002), a Disney Village e os hotéis. Em 2009, volta a chamar-se apenas Disneyland Paris.

16 de março de 2002

Inauguração do segundo Parque da Disneyland Paris, o Parque Walt Disney Studios, dedicado aos bastidores do cinema, que chamou nomes como Phil Collins, Roger Moore, Charlie Sheen, Denise Richards ou David Hasselhoff. O complexo acentua assim o seu perfil como destino turístico de mais de um dia, tornando-se em definitivo a atração mais visitada da Europa, com mais do dobro das visitas anuais do Louvre e da Torre Eiffel somadas.

23 de março de 2003

Um clássico dos parques Disneyland de todo o mundo, a parada de luzes noturna Main Street Electrical Parade, desce a rua principal pela última vez, sendo substituída, a 5 de julho de 2003, pela parada Disney’s Fantillusion.

Julho de 2004

Os dois Parques da Disneyland Paris tornam-se os únicos em França a receber a distinção máxima de qualidade da associação Tourisme et Handicaps com os quatro pictogramas, significando a existência de acessibilidades para os portadores das quatro categorias de deficiência: auditiva, mental, motora e visual.

9 de abril de 2005 

A Space Mountain é renovada, e onde antes tinha por nome completo Space Mountain: De la Terre a la Lune e levava os visitantes numa visita até à lua, passando depois a designar-se de Space Mountain: Mission 2 e a levar os exploradores até Marte. Na Primavera de 2017, terá nova reconversão, com o nome Star Wars Hyperspace Mountain e colagem ao universo “Star Wars”.

9 de abril de 2005

Começa a operar na Disney Village o PanoraMagique, o maior balão de hélio do mundo preso ao chão.

8 de abril de 2006

Abre na Discoveryland o Buzz Lightyear Laser Blast, no mesmo local em que antes funcionara o Le Visionarium, um filme a 360º graus que levava o visitante numa viagem no tempo com Julio Verne, e que encerrou a 5 de setembro do ano anterior.

22 de dezembro de 2007

Abre ao público, mesmo no centro do Parque Walt Disney Studios, a monumental Twilight Zone Tower of Terror.

22 de março de 2008

A atração interativa Stitch Live! abre no Parque Walt Disney Studios, no espaço anteriormente ocupado pelo Television Production Tour.

12 de agosto de 2008

O Parque atingiu os 200 milhões de visitantes.

17 de agosto de 2010

Abertura da Toy Story Playland no Parque Walt Disney Studios.

14 de setembro de 2010

A Walt Disney Company e o governo francês assinam uma adenda ao contrato do projeto original, estendendo o período do mesmo até 2030.

créditos: Disneyland Paris

15 de novembro de 2011

O Parque atingiu os 250 milhões de visitantes.

1 de abril de 2012

Início da celebração do 20º aniversário da Disneyland Paris, com a primeira apresentação ao público do espetáculo de fogo de artifício Disney Dreams!, que se torna um estrondoso sucesso, e a nova parada Disney Magic on Parade.

21 de junho de 2014

Abertura no parque Walt Disney Studios de Ratatouille: The Adventure, uma atração original e muito elogiada, criada a partir do filme “Ratatui”, envolvida numa praça parisiense que conta também com um restaurante em que os visitantes são reduzidos ao tamanho de ratos. Robert Iger, presidente e CEO da Walt Disney Company, esteve na inauguração.

11 de Julho de 2015

É inaugurado na Discoveryland a Jedi Training Academy, baseado no universo “Star Wars”, onde um grupo de jovens visitantes é escolhido para treinar com sabres luz e no final é o próprio Darth Vader que passa os recrutas em revista.

2 de julho de 2016

É inaugurado o novo espectáculo “Mickey and the Magician”, um verdeiro “show” com música, dança, ilusionismo e efeitos visuais, que substituiu o Animagique nos Walt Disney Studios.

14 de janeiro de 2017

Arranca o evento sazonal Season of the Force no Walt Disney Studios, com desfile de personagens e um espetáculo de efeitos especiais e projeções na Twilight Zone Tower of Terror.

25 de março de 2017

Início da celebração do 25º aniversário da Disneyland Paris, com um dos pontos altos a ser a abertura de “Star Tours – The Adventure Continue”, atualização com tecnologia de ponta de uma das atrações mais míticas e antigas do parque, baseada no universo “Star Wars”, e que não basta experimentar uma vez, já que cada viagem passa por localizações diversas, somando 70 combinações diferentes.

25 de março de 2017

A data marca também o início do desfile diário Disney Stars on Parade e do muito aguardado Disney Illuminations, um novo espetáculo de fogo de artifício onde aos clássicos da animação Disney como “Frozen” ou “A Pequena Sereia” se juntam títulos da saga “Star Wars” e “Piratas das Caraíbas”.

25 de março de 2017

Ainda na Primavera deste ano, podemos esperar a reconversão da Space Mountain ao universo “Star Wars” com a Star Wars Hyperspace Mountain, e no Verão a abertura da versão renovada da atração “Piratas das Caraíbas”, com a adição da personagem de Jack Sparrow.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.