O Viaje Comigo foi convidado pelo Ministério do Turismo da Índia para embarcar num dos comboios de luxo que percorrem vários locais do país. Durante uma semana, a bordo do Deccan Odyssey foi feita uma viagem que começou em Bombaim, passou pela cidade sagrada de Nashik, visitou Aurangabad, passando pelas incríveis grutas Ellora e Ajanta, revelou Kolhapur e Goa, deu a conhecer Sindhudurg e regressou a Bombaim. E o leitor não conhece a maior parte deste locais? Ótimo! É essa mesma a ideia: dar a conhecer locais menos turísticos mas que são joias da arquitetura e da história da Índia.

O comboio Deccan Odyssey pretende recriar os comboios de luxo da época dos Marajás, mas com um formato contemporâneo. Durante uma semana, viajámos na Índia e, em cada dia, visitávamos um local diferente, mas sempre interessante.

Confesso-vos: pensei que os quartos do comboio fossem mais pequenos. Mas, mesmo a dividir, torna-se bastante confortável. Houve quem estranhasse o embalo do comboio, principalmente durante a noite, quando andava mais rapidamente. Para mim, era como se me embalassem e ajudava até a adormecer mais rapidamente.

Em cada quarto, tem a casa de banho privada, com chuveiro, e com produtos de higiene (champô, loção corporal, gel de duche). Todos os dias trocam as toalhas e arrumam o quarto. Aliás, cada carruagem tem o seu mordomo, que está disponível para o que os hóspedes precisarem.

A bordo a comida era excelente e, se comer mais do que devia, não há desculpas para não fazer ginástica: pode queimar as calorias no ginásio, assim como relaxar com uma massagem no spa. Sim, tem tudo isto dentro do comboio e mais: um bar, uma sala de jogos e biblioteca e um salão de beleza (sob reserva antecipada).

O Deccan Odyssey tem 21 carruagens, das quais 11 são quartos, e existem 40 quartos no total, ou seja, recebe no máximo 80 pessoas.

O comboio tem vários percursos na Índia. O que eu fiz chama-se Maharashtra Splendor, que nos leva por vários locais desta região (da qual Bombaim é a capital) e pelo centro do estado de Goa.

No primeiro dia, quase perdia o comboio! E o culpado foi o trânsito de Bombaim... saiba esta e mais histórias da viagem no Deccan Odyssey e os locais visitados no Viaje Comigo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.