Para aproveitar ao máximo as suas férias de verão aproveite as águas quentes do Brasil e experimente o mar de Salvador ou do Recife onde irá encontrar vários pontos de interesse.

5 Razões para visitar Salvador

5 Razões para visitar Salvador
Pelourinho - Salvador, Bahia, Brasil

Salvador é uma cidade cheia de História e de vida, onde se pode passar umas férias que misturam lazer e prazer, cultura e sabores únicos. A cidade antiga está cheia de edifícios modernos, mas nem se dá por eles quando se passeia pela península onde a sua história começou. Parece que estamos numa cidade antiga portuguesa, com o maior número de igrejas da América do Sul, fortificações e palacetes de traça colonial.

Cidade histórica

Salvador começou por ser um entreposto estrategicamente colocado numa península adentrando o mar. A construção mais antiga é precisamente o Forte da Barra, onde Thomé de Sousa implantou o tradicional padrão de pedra e hoje é um farol, o mais antigo da América. A partir dessa ponta começou a crescer montanha acima a cidade seiscentista que vale a pena visitar a pé. A subida, que é bastante inclinada, convida a que se suba pelo Elevador Lacerda, que data do final do século XIX mas foi modernizado já na década de 1930. Quando foi construído, os sessenta metros de altura fazia-o o mais alto do mundo. Fica na praça Cayru, adornada com o Mercado Modelo, reconstruído recentemente mas que cujas caves centenárias podem ser visitadas. Depois de apreciar a vista do todo do elevador desce-se a pé até ao outro lado da enseada, onde fica a Igreja de Santo António, ziguezagueando por bairros encantadores como o do Pelourinho, Itapuã e Baixa dos Sapateiros.

Monumentos

De todas as igrejas, a mais extraordinária é a de São Francisco, no estilo barroco flamejante, duma riqueza como não há em Portugal. A Basílica do Senhor do Bonfim e o Palacete das Artes não podem ser excluídos de uma tarde em que sentimos orgulho da herança deixada nesta cidade que brilha ao sol durante o ano inteiro. O Palacete, datado de 1912 e modernizado depois, tem uma coleção notável, com grandes artistas brasileiros e até uma seção dedicada ao escultor francês Rodin.

Na Barra fica um pequeno Cristo Redentor, esculpido em mármore de Carrara pelo italiano Pascuale De Chirico, que se tornaria um dos mais prolixos escultores baianos.

Música

Há música na rua com frequência, sobretudo aos fins de semana, e há as músicas de grandes compositores brasileiros desde os antigos sambistas a Caymmi, João Gilberto, Gil, Caetano e Raul Seixas. Muitos sambas famosos descrevem a Baixa dos Sapateiros, Pelourinho, Itapuã, Barra, Campo Grande, Amaralina, Ribeira, Boca do Rio e Liberdade.

Melhor do que um livro, o guia ideal da cidade é ouvir estes sambas, que descrevem em pormenor a vida de Salvador.

Praias

A cidade é rodeada por praias e pela costa seguem-se muitas mais, todas preparadas para que os visitantes desfrutem confortavelmente da temperatura anual de 28 graus – e que nunca desce abaixo dos 22 graus. A cerca de 60km da cidade, na Praia do Forte, foi criado o Projecto Tamar, um instituto de proteção de tartarugas marinhas. Entre setembro e março, nascem cerca de cem mil tartarugas e o passeio vale a pena não só para brincar com os animais como para mergulhar nas águas quentes e transparentes.

5 Motivos para viajar até ao Recife

5 Motivos para viajar até ao Recife

Recife é ainda mais antiga do que Salvador; o foral de Olinda, onde a colonização começou, foi dado a Duarte Coelho em 1537. É a quarta maior cidade brasileira, com quatro milhões de habitantes e uma área de cerca de 218 km2. Além disso tem o melhor Índice de Desenvolvimento Humano do Nordeste e é a mais rica, com largas avenidas rodeadas de arranha-céus. Mas não é apenas um grande centro de negócios, pois tem um lazer de grande qualidade.

Praias e dunas

A cidade é plana, situada numa longa sequência de baías e penínsulas, com praias a perder de vista protegidas por uma barreira de recifes – daí o seu nome. Tem ainda cinco rios e dezenas de pontes, entre elas a Maurício de Nassau, a mais antiga da América Latina. A temperatura média é de 260 e nunca baixa dos 180, com elevada humidade. Chove regularmente, mas a chuva só ocorre durante algumas horas do dia – praia o ano todo!

Além das famosas praias de Carneiros e Porto de Galinhas, nos extremos sul e leste há extensas zonas de dunas onde a atração é andar de buggy. Estes carros abertos são um divertimento que atrai visitantes do país inteiro.

Parques

Rodeada de floresta tropical, Recife tem vários parques organizados para o divertimento e piscinas naturais em Maragogi, também chamadas de galés ou taocas, que são uma das maravilhas naturais do mundo. Os parques da Jaqueira, Santana Ariano Suassuna e Dois Irmãos, este com um jardim zoológico tropical notável, permitem aliviar do calor e humidade. O Parque das Esculturas, com 90 peças gigantescas de Francisco Brennand, pode ser visto num refrescante passeio de barco.

Atrações

O Parque dos Bonecos Gigantes é espaço de exposições com reproduções em grande escala de personalidades históricas e mediáticas, construídas como os carros de Carnaval e colecionadas desde 1932. Colorido e divertido!

A música de Pernambuco é o frevo e não podia faltar um espaço dedicado a esta música efervescente. Além de exposições multimédia e espetáculos, há a possibilidade de aprender umas lições.

O Convento dominicano de Santo António orgulha-se da famosa Capela Dourada, setecentista e muito rica, e um museu de arte sacra.

Vale a pena começar por onde tudo começou: o Marco Zero, na Praça Rio Branco, rodeada de edifícios históricos.

Cultura interessante

O Instituto Ricardo Brennand é uma instituição criada por este empresário com o objetivo de expor as suas coleções – e que coleções! Tem peças artísticas que vão da Baixa Idade Média ao presente, com incidência para o Período Colonial e a ocupação holandesa – por exemplo, a maior coleção do mundo do pintor flamengo Frans Post. Mostra também uma coleção fascinante de armas brancas europeias e asiáticas desde o século XIV e uma biblioteca com mais de 60 mil volumes. Impressionantes também são as instalações do instituto, em estilo medieval.

Para que não perca pitada, a TAP tem seis voos semanais para Salvador e 10 voos semanais para o Recife. Mas se quiser ficar a conhecer todo o Nordeste Brasileiro, há outras opções: Fortaleza com 6 voos semanais, Belém com dois voos semanais e Natal com dois voos semanais com partidas de Lisboa e Porto. Boas férias!

Salvador desde 316€