O projeto teve início no ano passado e será concluído ainda este ano, o comboio recebeu o nome de "Tren de la Quebrada". Primeira parte da construção deverá estar concluída já em agosto, unindo Volcán com Purmamarca e Maimará, ao longo de 20 quilómetros, no norte da Argentina. O comboio tem apenas um vagão, capaz de transportar cerca de 240 passageiros. Por ser um comboio turístico, a velocidade será de e 30 quilómetros por hora. A viagem pode ser demorada, porém, conta com paisagens deslumbrantes ao longo de todo o percurso.

Posteriormente, mas ainda sem data definida, o "Tren de la Quebrada" seguirá para solo boliviano para, na sequência, atingir Cusco, no Peru. O destino final é o Machu Pichu.

Para operar com energia solar, o comboio possui alguns painéis solares fotovoltaicos, instalados no tecto e são eles que transformam a energia solar em energia elétrica

Este é o segundo comboio solar do mundo. O primeiro, o Byron Bay, está na Austrália.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.