O Japão anunciou nesta quinta-feira que reabrirá as portas para turistas de 98 países em 10 de junho, após um encerramento de dois anos devido à pandemia, mas que os viajantes poderão entrar no país apenas em grupos organizados.

A decisão foi tomada depois do governo japonês ter anunciado na semana passada que testaria a abertura das fronteiras para viagens organizadas em pequenos grupos com turistas de Estados Unidos, Austrália, Tailândia e Singapura. O executivo reviu ontem as regras de acesso ao território, com o objetivo de voltar a aceitar viagens em grupo de turistas de 98 países e regiões onde a situação da Covid-19 é relativamente estável, segundo um comunicado.

Entre os países autorizados estão Reino Unido, Espanha, Canadá, Arábia Saudita e Malásia. Sete aeroportos do país poderão aceitar voos internacionais.

Durante a maior parte da pandemia, o Japão proibiu a entrada de todos os turistas e permitiu apenas o regresso de cidadãos japoneses e residentes estrangeiros.

Todas as pessoas que chegam ao Japão devem testar negativo antes de viajar. A maioria deve voltar a realizar um teste, bem como cumprir uma quarentena de três dias. O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, afirmou que deseja relaxar o controlo nas fronteiras, mas que a medida levará tempo, uma vez que o público apoia as restrições atuais.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.