Após dois anos de interregno, o maior festival de vinhos da região de Lisboa regressa à histórica vila, a apenas trinta minutos da capital.

O reencontro faz-se de 14 a 18 de setembro. Os nomes já confirmados vão surpreender e contribuir para arrastar multidões ao Parque Urbano da Romeira, bem no centro da vila alenquerense.

Luís Trigacheiro é o primeiro cabeça de cartaz, atuando na quarta-feira (14), num dia inaugural apenas dedicado a profissionais, uma das grandes novidades desta edição, segundo o comunicado. O objetivo é promover o concelho e fomentar sinergias, juntando no mesmo espaço agentes do setor vitivinícola, como produtores de vinho, enólogos, agências de viagens ou hotelaria.

O cantor alentejano volta no dia seguinte (15), para trazer de novo a música tradicional portuguesa, desta feita num espetáculo aberto ao público em geral.

Na sexta-feira (16), Vítor Kley vai iluminar a noite com “O Sol” e ainda sucessos como “Morena” ou “Pupila”. O músico brasileiro será o primeiro artista internacional da história do festival.

O fim de semana arranca ao som de Xutos & Pontapés (17), mítica banda portuguesa, que vai trazer alguns dos maiores êxitos dos mais de 40 anos de carreira e contagiar todos os presentes na noite de sábado com a energia frenética do rock.

No domingo (18), o festival fecha com o concerto de Fernando Daniel, um dos nomes maiores do panorama musical português.

O Festival Alma do Vinho teve início em 2017 e conta com uma média de 45 mil visitantes por edição. Destaca-se pela singularidade e visa evidenciar Alenquer como motor vitivinícola da região de Lisboa, mas também prestar homenagem aquela que é, desde tempos imemoriais, a principal atividade económica do concelho.

Ao longo dos quatro dias, marcam presença vários produtores da região vitivinícola de Lisboa, que dão a conhecer as suas principais referências vínicas, possibilitando a prova de alguns dos melhores vinhos do país. Para complementar a experiência, estão pensadas iniciativas para os vários públicos, como show cookings ou provas comentadas.

O certame reveste-se de especial importância também no plano estratégico, permitindo promover a identidade e imagem da região vinícola de Lisboa como referência nacional no setor, motivo pelo qual o município reforçou a aposta na edição deste ano.

“Através deste evento, temos feito chegar a marca Alenquer a muitas pessoas. Trouxe uma abordagem ao vinho e ao território nunca antes vista no país. Afirmámo-nos como o maior festival de vinhos da região de Lisboa e um dos grandes do país. Este ano, voltaremos ainda com mais força”, sublinha Tiago Pedro, vereador com o pelouro do Marketing Territorial.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.