Dia 1

09:00 Comece por tomar o pequeno-almoço na cidade “velha”, Casco Viejo, onde toda a história de Bilbau começou. Deixe o mapa de lado e perca-se nas ruas estreitas e coloridas.

09:30 Percorra o Mercado de La Ribera e absorva toda a sua vida e oferta gastronómica. Considerado pelo Guinness em 1990 como o maior mercado coberto da Europa.

Casco viejo
"Casco viejo" créditos: TAP

10:30 Dê as boas vindas ao Barroco e admire o Palacio Yohn (“La Bolsa”). Hoje é um centro cultural precioso pela sua diferença arquitetónica em Bilbau. Olhe para cima e contemple a “Amatxu”, a Virgen de la Begoña.

11:00 Mantenha-se na rota histórica e preste a sua homenagem à Catedral Santiago. Construída no século XV, é um exemplo da arquitetura gótica onde poderá apreciar o pequeno claustro conhecido como a Puerta del Ángel.

12:30 E porque Bilbau é muito mais do que história, está na hora de provar a gastronomia desta cidade de amigos e sorrisos. Demore-se na Plaza Nueva, escolha o restaurante e guarde espaço para saborear a sobremesa numa das esplanadas da praça.

15:00 Perca-se nos quase 100.000 livros da Biblioteca Bidebarrieta, construída no século XIX, e obra do arquiteto Severino de Achúcarro. Aproveite para descansar um pouco antes da sua próxima paragem, pois a caminhada vai continuar.

16:00 Se Bilbau é rica em monumentos, o seu povo alegre e amistoso faz parte da mesma história. Percorra, a pé, as ruas estreitas de Casco Viejo, também conhecida como Las Siete Calles (as sete ruas). Aprecie as lojas, bares e restaurantes que dão vida à cidade.

Teatro Arriaga
Teatro Arriaga créditos: TAP

20:00 Para terminar o dia e descansar da caminhada veja uma peça no Teatro Arriaga, inaugurado em 1890 e assim apelidado em honra do “Mozart Espanhol”, Juan Crisóstomo de Arriaga. Descontraia e jante num dos muitos bares e restaurantes que rodeiam o teatro.

Dia 2

09:00 Comece o dia na cidade nova, mais propriamente na Plaza Moyúa, uma praça central cheia de cores e flores, ideal para descontrair. Enquanto lá estiver, conheça os futuristas acessos ao metro criados pelo arquiteto Norman Foster, também responsável por uma das obras mais emblemáticas de Berlim. Pode ainda aproveitar para adquirir o cartão de transporte Barik que oferece descontos nos transportes públicos.

09:30 Porque em Bilbau não se deve desperdiçar uma oportunidade de degustar, passe na Calle Ledesma (Rua Ledesma) para um petisco típico. Desça uma rua e está na La Gran Vía, a principal zona comercial da cidade.

Ponte Zubizuri
Ponte Zubizuri créditos: TAP

10:30 Atravesse a Ponte Zubizuri, uma estrutura em arco reconhecida pela sua elegância e que parece pairar sobre a Ria de Bilbau. Vai encontrar o seu belo piso envidraçado coberto por um tapete anti deslizante, pois esta ponte também foi conhecida como a “ponte dos morrazos” devido às quedas frequentes das pessoas que a atravessavam.

11:00 Vá até Castaños Kalea e entre a bordo do funicular de Artxanda. Assim que chegar ao cimo do monte, suspenda o fôlego e aprecie toda a Bilbau abaixo de si! Aproveite para descontrair nos espaços verdes.

12:00 Desça até ao Espaço Guggenheim e prove os pintxos, pequenos snacks tradicionais que juntam amigos à mesa de um bar.

Museu Guggenheim
Museu Guggenheim créditos: TAP

14:00 É hora de visitar o Museu Guggenheim, edifício imponente inaugurado em 1997 e que conquista cerca de um milhão de visitas por ano. Focado em arte a partir de meados do século XX até à atualidade, o museu ocupa 24.000 metros quadrados, dos quais 11.000 estão reservados para exposições.

19:00 Se ainda tiver fôlego, o Museu de Bellas Artes será a próxima paragem. Inaugurado em 1914, reserva 1.000 metros quadrados para arte desde o século XII até aos dias de hoje.

21:00 Jante na Área Guggenheim e conheça as iguarias da cozinha de Bilbau. Termine o dia com o pisto a la bilbaina (cebola, pimentos, tomate, courgette, fiambre e ovo mexido) ou com o bacalao al club ranero (bacalhau com mistura de vegetais e chouriços).

Barcelona desde 31€