Não foi fácil fazer esta seleção, pois quase cada canto na Madeira é por si só um paraíso que deveriam conhecer, mas aqui ficam algumas sugestões.

1. Ponta de São Lourenço

Um dos extremos da ilha com as vistas mais incríveis para o oceano. Aqui existe também um percurso pedestre intitulado de Vereda da Ponta de São Lourenço. Recordo-me que o vento era bastante forte, era praticamente impossível ouvir alguém mas também a vontade de sentir aquela brisa e observar aquelas falésias era mais forte do que qualquer conversa.

2. Cabo Girão

Este não é um local apropriado para quem tem fobia a alturas mas se está a pensar em ultrapassá-la aproveite para o fazer antes de viajar até à Madeira. O Cabo Girão, miradouro em vidro a 589 metros de altura mesmo por cima do oceano permite-nos vistas até à cidade do Funchal e Câmara de Lobos.
Muito próximo do local aproveitei para comprar algumas lembranças da região já que existem vários quiosques para esse efeito.

3. Funchal

Funchal é uma cidade com muito para visitar e onde está também o museu do grande Cristiano Ronaldo, mas tenho de admitir que as zonas de natureza me chamaram mais à atenção. Ainda assim, no Funchal existe um mercado repleto de cores que não me deixou indiferente, o mercado dos Lavradores.

O cheiro a produtos frescos e o elevado número de pessoas da região e turistas tornam este mercado ainda mais especial. Se me pedirem para destacar algo, vou ter mesmo de mencionar a elevada variedade de cores e sabores de Maracujá. À saída do mercado, visitem as ruas incríveis com bastantes quiosques de pequenas recordações onde vai ser bastante difícil escolher o que trazer.

Há também uma rua que gostava de destacar, a Rua Santa Maria que fica na zona velha do Funchal e trata-se de um projecto artístico intitulado de “Arte de portas abertas” que vão adorar conhecer.

4. Santana

Aqui encontra-mos as casinhas típicas da Madeira. Sempre acreditei que grande parte das casas na ilha seriam assim, mas na verdade se as quiserem conhecer é mesmo Santana que vão ter de adicionar ao vosso programa. São poucas as estruturas deste género mas as que existem são verdadeiramente incríveis.

Sugiro uma visita ao Parque Temático da Madeira e a São Jorge pois ficam muito próximos daqui.
Caso queiram aproveitar mais o dia, porque não conhecer Boaventura e provar as Sopas do Campo?

5. Ponta do Sol

Uma pequena localidade mas com ruas especialmente belas à noite. Aqui fotografei um dos mais belos luares durante a estadia na Ilha. Sei que muitos não vão gostar deste pormenor mas também aqui conheci as maiores baratas que já alguma vez vi. Não me perguntem porquê mas eram bastantes junto às rochas.

Baratas à parte, este local é de visita obrigatória.

6. Floresta Laurissilva

Literalmente podia perder-me aqui não só pela sua extensão mas também pelos inúmeros recantos de rara beleza. Mais concretamente em Ribeiro Frio, tive a oportunidade de visitar à distância de uma pequena caminhada, cascatas, levadas, o Miradouro dos Balcões e até um posto aquícola.

Recordo-me também, que nesta zona entramos no "Restaurante Snack-Bar Faísca" pedimos para o grupo uma Poncha a metro, acreditem se visitarem vai valer a pena experimentar!

Se forem sozinhos, talvez seja melhor ficarem por uma poncha apenas.

7. Piscinas naturais de Porto Moniz

Não deixem a Madeira sem um mergulho nestas piscinas. Piscinas com água do mar límpida e de cor azul claro, paisagem estupenda, bem organizadas e posso dizer-vos também que durante o caminho para aqui chegarem vão ter vontade de parar imensas vezes. Ah!, e não esquecer que muito próximo fica a famosa cascata do Véu da Noiva.

8. Curral das Freiras

Este foi mais um dos locais fora do programa mas que graças ao nosso incansável guia principal consegui visitar.

Durante o dia, a melhor paisagem está mesmo no Miradouro do Curral das Freiras que nos permite uma verdadeira percepção da localidade inserida no meio de penhascos com uma altura brutal. É ainda visível a antiga e assustadora estrada pela encosta que hoje se encontra encerrada já que a entrada principal é feita através de um túnel, e preparem-se que vão encontrar muitos pela ilha alguns ainda escavados à mão na própria rocha.

À noite, quando me desloquei ao local para provar uma Ginja deliciosa no estabelecimento "Snack-Bar Vale das Freiras" que têm uma excelente decoração, bastante acolhedora para uma paragem com os amigos. Acabei por olhar em meu redor, a paisagem silenciosa e escura brinda todas aquelas montanhas e bem lá no cimo, quase como uma pequena janela que nos permite ver o céu estrelado.

9. Oceano Atlântico

É verdade que o oceano pode ser visto de vários locais e não apenas da ilha, mas daqui há um significado especial. Todos os dias, o amanhecer e anoitecer brindava-nos com fenómenos incríveis. Nunca acontecia um dia igual.

Captei esta fotografia no local onde dormiamos, em Gaula, daqui era possível ver em algumas alturas do dia as Desertas, mas dependia sempre das condições meteorológicas.

Num banco do jardim observava o mar, e de um minuto para o outro surgia bem no horizonte as ilhas que voltavam a desaparecer rapidamente, quase que, como de magia se trata-se.

10. Pico do Areeiro

Um dos últimos locais a visitar e que ainda hoje não sai da minha memória. A viagem até lá foi incrível, num jipe com uns amigos da Madeira que acabaram por cumprir um dos meus sonhos, lá subimos ao topo onde quase temos a sensação que ficamos sem respirar durante alguns segundos.

Paisagem indescritível, quase que conseguimos ver toda a ilha com o oceano a rodear as montanhas íngremes e rochosas.

A sensação de pisar este ponto é quase a sensação de termos chegado ao topo do planeta.

Tive também a sorte de o tempo estar maravilhoso, existiam algumas nuvens entre as montanhas o que me dava a sensação de estar ainda mais alto.

A partir deste ponto existe a Vereda do Areeiro que infelizmente acabei por não fazer, mas o tempo que me restava não permitia conhecer toda aquela beleza.

Também nesta zona provei uma poncha um pouco diferente, Poncha de Maracujá no "Snack-Bar Boutique do Areeiro", passem por lá, vão adorar os sabores e produtos que vão encontrar.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.