À agência Lusa, os fundadores Filipe Pereira e Pierre Cuquemelle afirmaram que a Airport.ai surgiu em 2016 com o intuito de auxiliar os serviços de atendimento ao cliente dos aeroportos e, consequentemente, melhorar a experiência dos viajantes.

“Os aeroportos são locais onde convergem pessoas de diversas origens, o que torna o atendimento ao cliente desafiante, pois significa oferecer suporte em vários idiomas e diferentes canais. Ao alavancar inteligência artificial a Airport.ai melhora a experiência dos passageiros dos aeroportos e reduz os custos de atendimento ao cliente”, salientaram.

Desde 2016, ano em que conquistaram “o primeiro cliente” – o Aeroporto de Frankfurt (na Alemanha) -, a 'startup' “tem vindo a crescer de forma constante”, sendo neste momento usada por “mais de 40 aeroportos espalhados por todo o mundo”.

Tendo por base a Natural Language Processing (NLP) e inteligência artificial, a Airport.ai consegue responder às principais dúvidas dos viajantes, através de vários canais, como as aplicações de conversação (Messenger do Facebook, Twitter e WhatsApp), os assistentes de voz (Google Assistant ou Amazon Alexa) ou a aplicação do próprio aeroporto.

“Cabe a cada cliente decidir quais os canais mais adequados às suas necessidades”, explicaram os responsáveis, destacando que a utilização é “sempre gratuita”.

De acordo com Filipe e Pierre, a plataforma foca-se essencialmente em três pilares: informações sobre voos, lojas e restaurantes, e perguntas frequentes dos utilizadores.

“As informações de voo, como a atualização em tempo real e a confirmação do terminal, representam cerca de 40% das consultas recebidas na plataforma”, afirmaram.

Quanto às perguntas mais frequentes feitas pelos utilizadores, os dois fundadores destacaram as “restrições devido à pandemia da covid-19, a triagem de segurança e os bens perdidos e achados”.

“Em média, a tecnologia permite que os aeroportos respondam automaticamente a 85% das perguntas dos passageiros, em tempo real e no idioma do passageiro”, salientaram.

A Airport.ai está disponível em 11 idiomas e países como a Alemanha, Suíça, Reino Unido, Austrália, Espanha e Portugal, onde lançou recentemente o seu produto na ANA – Aeroportos de Portugal.

Os fundadores acreditam que, futuramente, a Airport.ai poderá ser um “importante canal” para promover transações em lojas e restaurantes no aeroporto e que, até ao final deste ano, a plataforma venha a ser usada “por cerca de 100 aeroportos de todos os continentes”.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.