O equipamento ficará instalado na Casa Andresen, no Jardim Botânico do Porto, constituindo-se no primeiro polo do Museu de História Natural e da Ciência da UP e, simultaneamente, no primeiro Centro Ciência Viva dedicado especificamente à biodiversidade.

A Galeria da Biodiversidade - Centro Ciência Viva vai "morar" na casa onde Ruben Andresen e Sophia de Mello Breyner brincaram na infância, sendo um espaço "onde a arte se cruza com a biologia e a história natural, estimulando uma panóplia de experiências sensoriais, propositada e cuidadosamente concebidas para celebrar a diversidade da vida", descreve a UP.

Os visitantes poderão apreciar 49 módulos expositivos e instalações, muitos dos quais desenvolvidos ou adaptados para exposição permanente, que se organizam em 15 temas principais.

"Esta nova e única plataforma cultural convida os visitantes a embarcar numa viagem através da ciência, literatura e arte, durante a qual serão contadas as mais belas histórias sobre a vida", lê-se na informação sobre o projeto.

A UP garante que a galeria terá funcionalidades e características "inovadoras" e descreve o recurso a modelos mecânicos, bem como a plataformas multimédia e audiovisuais.

A Galeria da Biodiversidade e o próprio Jardim Botânico vão integrar o Museu de História Natural e da Ciência da UP, espaço que terá o seu polo central no edifício da reitoria desta universidade em pleno ‘coração' da cidade.

"Será neste polo central, em plena Baixa portuense e com vista para a Torre dos Clérigos, que ficarão concentradas as históricas coleções museológicas de geologia, paleontologia, zoologia, arqueologia e etnografia, botânica e ciência que, ao longo dos últimos séculos, foram sendo adquiridas ou doadas à Universidade do Porto", descreve esta instituição de ensino superior.

Quanto à inauguração da Galeria da Biodiversidade, cerimónia que juntará o Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, o reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, bem como a presidente da Agência Ciência Viva, Rosalia Vargas, essa está agendada para as 17:00 no Jardim Botânico.

Fonte: Lusa

Foto: UPorto

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.