Uma baleia voadora, uma família de baleias assassinas em bronze e um esqueleto de baleia luminescente. Estas são algumas das coisas que pode ver ao entrar no Museu da Baleia, no norte da Noruega.

"Este não será um museu de história natural tradicional ou um museu de arte convencional ou ainda um centro de experiência igual aos outros. Mas combinará o melhor de todos os géneros - e criará algo inteiramente novo", disse o gerente do museu, Børre Berglund.

A empresa de arquitetura responsável pelo projeto é a dinamarquesa Dorte Mandrup, que venceu o concurso em 2019.

O local do museu, na ilha norueguesa de Andøya, a 300 quilómetros do Círculo Polar Ártico, é conhecido pelas suas incríveis vistas do litoral e proximidade dos caminhos por onde passam as baleias migratórias.

O museu só está previsto abrir portas em junho de 2023, mas as imagens antecipam que este será um espaço único e diferente:

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.