Da autoria dos arquitetos dinamarqueses Bjarke Ingels Group, Copenhaga prepara-se para inaugurar no próximo ano uma pista de esqui no topo de uma central elétrica, que foi projetada para queimar 400 mil toneladas de desperdício por ano, convertendo-as depois em energia "limpa" que irá fornecer eletricidade a 60 mil casas.

A pista terá 440 metros e quatro níveis de dificuldade, incluindo uma pista preta de 180 metros com uma inclinação de 45%. O acesso à pista será feito através de um elevador, dentro da central elétrica.

Conheça ainda outros locais improváveis para fazer esqui.

Esquiar num vulcão ativo na Sicília (Itália)
É possível fazer esqui no Monte Etna, um dos vulcões ativos mais largos da Europa. Esquiar num vulcão, com vista para o mar, é sem dúvida uma experiência única. A saber: o vulcão encontra-se ativo e a sua erupção ocorre, em média, 1,7 vezes por ano. Mais informação

Numa ilha tropical no Havai
O Havai parece, à primeira vista, o sítio mais improvável para os amantes do esqui. No entanto, há um local onde neva. Trata-se do vulcão Mauna Kea que se enche de neve entre os meses de janeiro e fevereiro, atraindo os esquiadores. Para lá chegar, só mesmo alugando um 4x4 pois não existem teleféricos, elevadores nem resorts que possam fornecer acesso. Mais informação

No deserto do Dubai
Ski Dubai é um local indoor com 22.500 metros quadrados de pistas de esqui falsas, situado em pleno deserto. A temperatura no seu interior é regulada para os quatro graus negativos. Fora do recinto, no entanto, as temperaturas podem chegar aos 40º. Mais informação

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.