O tempo entre um avião aterrar e os seus passageiros saírem lá de dentro é provavelmente uma das partes mais frustrantes de voar - especialmente para os viajantes que estão a fazer escala e têm pouco tempo de intervalo entre os voos.

O intervalo de tempo entre a aterragem e a abertura das portas do avião para os passageiros saírem é também o menos entendido.  Afinal, porque é que se leva tanto tempo a sair do avião?

A verdade é que existe um grupo de pessoas a trabalhar dentro e fora do avião para assegurar que os passageiros dali seguem imediatamente para o terminal do aeroporto.

Assim que o avião para no gate (o que por si só pode demorar um bocado), o capitão desliga o motor. Só depois é que desliga a luz anti-colisão do avião, que é uma luz vermelha intermitente que serve para alertar a equipa que está em terra que já se pode aproximar.

Na cabine de passageiros, muitos já se encontram em pé, a esticarem-se e a tentarem tirar as bagagens da parte de cima dos bancos.

Enquanto isso, a tripulação terrestre traz a ponte de embarque e coloca-a junto à porta do avião (o que também às vezes demora a acertar). Colocada a ponte, a equipa do aeroporto ou abre a porta do avião ou avisa a tripulação de cabine de que já é seguro abrir a porta e evacuar.

Contudo, explica o site Travel and Leisure, muito pode acontecer e atrasar o processo. Podem existir problemas com a mecânica da ponte de embarque, também conhecida como ponte telescópica ou jetway, ou a acertar a ponte com a porta do avião.

Por vezes, vários aviões chegam ao aeroporto ao mesmo tempo, o que faz com que a tripulação terrestre não consiga dar resposta a todos de uma só vez. O erro humano também pode ser uma razão, como, por exemplo, o agente do gate não ter percebido que o avião já aterrou...

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.