Nada como dar uma boa caminhada naqueles dias solarengos de outono. E Portugal tem muito por onde explorar, e que não deixa ninguém indiferente. Mesmo além fronteiras.

O guia de viagens Lonely Planet destaca algumas das melhores caminhadas no nosso país. Há para todos os gostos, desde caminhadas que pode fazer num dia ou outras que exigem mais disponibilidade e que podem ser uma forma de fazer férias ao mesmo tempo que se exercita um pouco.

Via Algarviana (300km/2 a 3 semanas)

Via Algarviana
Via Algarviana créditos: wikipedia

A Via Algarviana é a Grande Rota Pedestre que o leva a conhecer o Algarve, de Alcoutim ao Cabo de São Vicente. Pode ser feito através de caminhada ou de BTT.

Visite o site para descobrir outras pequenas rotas que pode fazer ao longo desta Via.

Castro Laboreiro (1.6km/1 hora)

Castro Laboreiro
Castro Laboreiro créditos: wikipedia

Localizada na Serra da Peneda, inserida no Parque Nacional da Peneda Gerês, pertence ao concelho de Melgaço.
Possui um dos mais ricos patrimónios pré-históricos do país e reúne gravuras e pinturas rupestres.

A aldeia encontra-se no cimo da montanha, a mais de mil metros de altitude. O percurso pedestre até ao castelo vale mesmo a pena, pela sua beleza e vistas do castelo.

De Piódão a Foz d’Égua (4.5km/1 hora)

Piódão
Piódão créditos: wikipedia

Basta seguir o pequeno trilho sinalizado até à aldeia vizinha Foz d'Égua, onde se vai encontrar pelo caminho lindas pontes de pedra antigas, casas de xisto e uma ponte pedonal.

Via Geira (9.6km/2 a 3 horas)

Via Geira
Via Geira créditos: wikipedia

Também conhecida por Via XVIII do Itinerário de Antonino, trata-se de uma antiga estrada romana que se estendia por 320km entre Braga e Astorga (Espanha), e agora é considerada Património Mundial.

Para a Lonely Planet, "o troço mais bonito começa na Portela de Homem, onde se mantém o marco romano XXXIV".

Vale do Zêzere (17km/2 a 3 horas)

Uma caminhada para conhecer o magnífico Vale Glaciar do Zêzere, um dos maiores da Europa, é um programa a não perder.

Através da Rota do Glaciar, um trilho de 17km, vai ter uma perspetiva alargada das características morfológicas de Manteigas e da Serra da Estrela, marcada pelas diferentes tipologias de paisagem.

Rocha da Pena (4.7km/2 a 3 horas)

Rocha da Pena
Rocha da Pena créditos: @Alexander Vieira

Constitui uma das elevações do Barrocal, e localiza-se nas freguesias de Salir e Benafim, concelho de Loulé. O percurso é do tipo circular e permite-lhe avistar a Serra do Caldeirão, assim como diversas espécies de plantas e aves.

Rota Vicentina (226km/263km - 14 dias)

Existem dois grandes percursos que pode fazer (além de outras opções, que pode descobrir no site). O Caminho Histórico, com 263km, que percorre as principais vilas e aldeias num itinerário rural com vários séculos de história.

E o Trilho dos Pescadores que segue sempre junto ao mar, seguindo os caminhos usados pelos locais para acesso às praias e pesqueiros (226km).

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.