A Lonely Planet dedicou um artigo ao campo de basquetebol em Lisboa, comparando-o a uma "carta de baralho colorida". O projeto de AkaCorleone - alter-ego de Pedro Campiche -  é uma parceria com a galeria de street art Underdogs, a Câmara Municipal de Lisboa, a Junta de Freguesia de Arroios e a plataforma desportiva Hoppers. A intervenção demorou um ano a ser projectada e nove dias para ficar concluída. AkaCorleone usou quase 91 litros de tinta antiderrapante e 24 litros de endurecedor para criar  uma obra de arte que ainda pode ser aproveitada por toda a comunidade.

O raciocínio por trás dessa ilustração está representando no título da obra: Balance. "A busca pelo equilíbrio verdadeiro, a dualidade perfeita entre duas pessoas, duas equipes, dois lados, duas realidades é difícil de alcançar, mas é possível", explicou o artista nas redes sociais. O conceito de opostos complementares também pode ser levado para o próprio basquetebol, assim como para qualquer outro desporto que necessite de duas equipas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.