Foi na capital e maior cidade da província de Hubei, China, que surgiram os primeiros casos do novo coronavírus. Em janeiro, foi imposto um confinamento total aos 11 milhões de habitantes de Wuhan, que durou até abril.

Após 76 dias de "lockdown", mais de 50 mil casos e quase 4 mil mortes causadas pela COVID-19, a cidade procura regressar à normalidade possível. Em pleno verão, que costuma ser quente e húmido, os habitantes da cidade aproveitam atividades ao ar livre. Há dança, música, compras, casamentos, selfies e passeios pelos lugares mais turísticos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.