Nápoles é a Itália ao vivo e a cores. Comida incrível, muito sol, uma bonita igreja em cada esquina e camada após camada de história por descobrir. Estas são apenas algumas das razões que justificam uma viagem até aqui. Mas há mais, muito mais para fazer, como por exemplo, apanhar um barco até à bonita ilha de Capri.

Não espere mais, compre os seus bilhetes para Nápoles com a TAP e parta à descoberta da verdadeira Itália.

Veja aqui tudo o que não pode perder em Nápoles.

nápoles
créditos: The Travellight World

PIZZA E SFOGLIATELLA

Nápoles é o berço da pizza e, como tal, pelo menos cinquenta por cento da sua viagem deve ser gasta a devorar esta delicia da gastronomia Italiana. A autêntica pizza napolitana é feita de acordo com critérios rigorosos — mozzarela só de leite de búfala e tomate só napolitano — o resultado? A melhor pizza que já provou.

Já o parceiro perfeito de um café expresso é um sfogliatella — camadas de massa fina e crocante com um recheio de ricota. Diz-se que este doce é originário do mosteiro de Santa Rosa, na província vizinha de Salerno e as receitas mais tradicionais incluem uma cobertura rica de chantilly e cerejas.

pizza napolitana
créditos: PxHere

TESOUROS ARQUEOLÓGICOS

Nápoles é rica em tesouros arqueológicos. Muitos dos frescos, esculturas e mosaicos que foram descobertos nas ruínas de Pompeia e Herculano estão agora em exposição no Museo Archeologico Nazionale de Nápoles, considerado um dos melhores museus arqueológicos do mundo.

Quem se interessa por arqueologia também não pode deixar de fazer um tour por Napoli Sotterranea — o subsolo da cidade, que esconde numa série de túneis sinuosos e cavernas, tesouros como um antigo aqueduto grego e um teatro romano, bem como outros mais recentes deixados por napolitanos que ali se protegeram dos bombardeiros aliados durante a Segunda Guerra Mundial.

MUSEUS E IGREJAS

Os amantes de arte devem fazer do Museo di Capodimonte a sua primeira paragem. Este antigo palácio real é uma das maiores galerias de arte italianas e contém uma série de obras-primas de grandes mestres como Caravaggio, Rafael, Ticiano, Michelangelo e até mesmo Andy Warhol.

Imperdíveis são também as cerca de 500 igrejas históricas de Nápoles. O Duomo é a mais importante — datada do século XIII, é uma magnífica estrutura e a igreja principal da cidade. Localizado na Via Duomo, este edifício religioso combina uma infinidade de estilos, incluindo gótico, renascentista e barroco devido às constantes restaurações e acrescentos que foram feitos desde a sua construção.
No corredor sul encontra-se a sumptuosa capela de San Gennaro, padroeiro de Nápoles. No altar principal existe um busto de prata que contém o crânio do santo, que foi martirizado em 305, no tempo de Diocleciano.
Sob o altar-mor, e na área arqueológica subterrânea, é possível ver a Basílica Santa Restituta — a igreja mais antiga de Nápoles, originária do século IV e que ao tempo da edificação da Catedral foi integrada nesta.

Merecem igualmente uma visita a igreja de Gesù Nuovo e a Cappella Sansevero — lar da incrivelmente realista escultura de Cristo Velado.

nápoles
créditos: The Travellight World

PORTO DE NÁPOLES

O Porto de Nápoles, histórica porta de entrada para o Mediterrâneo, é extremamente movimentado e a principal fonte de economia da cidade. É daqui que saem os barcos para Capri, Ischia e outros destinos populares.

Estende-se do Castel Nuovo até à Piazza San Giovanni Battista com belas vistas para a baía e para o Vesúvio.

Lungomare, o passeio marítimo próximo do porto, é um ótimo lugar para experimentar a famosa culinária de Nápoles porque está repleto de restaurantes e cafés.

PIAZZA DEL PLEBISCITO

A Piazza del Plebiscito é, sem sobra de dúvida, a praça principal de Nápoles. Aqui encontramos o Palazzo Real, o Palazzo Salerno, a Basílica de San Francesco, o Palazzo della Prefettura e ainda uma estátua dedicada a Carlos III de Espanha. É um excelente ponto de partida para explorar a cidade.

Na frente do Palazzo Reale estão 12 estátuas representando os antigos reis de Nápoles e no seu interior, os quartos bem preservados completam a visita a este maravilhoso edifício histórico.

nápoles
Piazza del Plebiscito créditos: The Travellight World

SANTA LUCIA

O distrito de Santa Lucia é o lugar ideal para conhecer Nápoles de uma perspetiva mais local.

Localizado a oeste da Piazza del Plebiscito, tem uma infinidade de ruas estreitas onde podemos experimentar a vida napolitana no seu melhor. Há muito movimento, vespas a passar por entre as pessoas, roupa lavada pendurada nos estendais e crianças despreocupadas a brincarem na rua.

Não faltam também padarias, pequenos cafés e lojas de artesanato. É um lugar muito colorido.

nápoles
créditos: The Travellight World

PASSEIOS PELOS ARREDORES

Nápoles fica situada a poucos quilómetros da bonita Costa Amalfitana e a uma hora de barco da bela ilha de Capri.

O Vesúvio, Pompeia e Herculano também são fáceis de visitar a partir de Nápoles.

O Monte Vesúvio domina o horizonte e a paisagem em torno de Nápoles. É o vulcão lendário que em 79 d.C causou a destruição de Pompeia e Herculano.
É o único vulcão ativo da Europa continental e atualmente está integrado num parque nacional que pode ser visitado.
Durante a visita é possível subir as encostas do Monte Vesúvio para ver a cratera de 1,2 quilómetros, a partir da qual as nuvens de vapor, do adormecido, mas ainda ativo vulcão, sobem.
As vistas panorâmicas para a pitoresca baía de Nápoles são simplesmente fantásticas.

Pompeia estava no seu auge quando em 79 d.C. foi destruída por uma erupção devastadora do vulcão Vesúvio. Apesar da devastação e da quantidade de lava que derramou sobre a cidade, Pompeia foi preservada pela enorme camada de cinzas que foi depositada sobre as suas ruínas.
Hoje podemos visitar a antiga cidade e percorrer as suas extensas ruínas. Pontos turísticos particularmente interessantes incluem o Anfiteatro, a casa do Fauno, o Templo de Apolo e o Templo de Júpiter.

Herculano — a outra cidade que foi devastada pela erupção do Vesúvio em 79 d.C.— também foi preservada pelas cinzas.
Muitos dos artefactos e estruturas encontrados pelos arqueólogos aquando da sua escavação permanecem no local e oferecem ao visitante uma oportunidade única de vislumbrar como seria a vida na cidade no momento da sua destruição.
A Villa dos Papiros e a Casa de Argus em especial merecem atenção pelos belos frescos que decoram as paredes.

Nápoles desde 65€