Se planeia um passeio pelo norte da Itália, as Dolomitas (e, claro, esta caminhada) são uma necessidade absoluta. É só um salto, desde Veneza - tudo que precisa é de um carro.

A base ideal para esta caminhada é Cortina d'Ampezzo. Esta pequena cidade é bastante conhecida - realizou os Jogos Olímpicos de Inverno de 1956 e serviu como pano de fundo de vários filmes. Há várias opções de acomodação aqui, que pode escolher para pernoitar.

O bom de pernoitar por Cortina é que não importa se fica hospedado num hotel de luxo ou acampamento – de qualquer das formas terá as vistas mais incríveis dos picos das montanhas ao seu redor.

De Cortina d'Ampezzo, siga para Passo Tre Croci. Se tiver dificuldades procure pelo Bar Ristorante Son Zuogo - o estacionamento para Passo Tre Croci fica à direita.

Depois de estacionar o carro, mantenha-se atento ao sinal nº 215 - o trilho para Rifugio Vandelli e o Lago di Sorapis. É uma caminhada difícil o suficiente para exercitar e fazer suar, mas ainda capaz para os inexperientes. Há algumas secções íngremes que o deixarão sem fôlego pelo que se ainda vai a tempo de se preparar fisicamente, aposte um pouco nos exercícios aeróbicos. Não desista. O final irá valer a pena.

A caminhada dura pouco mais de 10 quilómetros. São cerca de duas horas na ida com várias paragens para admirar a paisagem e 1 hora e meia de regresso.
Ao longo da jornada, encontrará algumas pequenas e belas cascatas, e algumas áreas com escadas e cabos para se segurar, assegurando que não cai em direcção ao vale.

Uma vez chegando a Rifugio Vandelli pode aproveitar para comer, ou apreciar o lado apenas a umas centenas de metros. Passe pelo menos 1 hora a explorar o local e deliciar-se com a paisagem, vai valer a pena.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.