O novo estudo da Money.co.uk revelou as cidades mais receptivas do mundo para a comunidade LGBTQ+. Para determinar quais cidades são mais receptivas, foram analisados os dados da cidade, nível de aceitação LGBTQ+, número de estabelecimentos LGBTQ+ por 100.000 pessoas e a avaliação média desses estabelecimentos.

Além disso, foi analisada a facilidade de alteração do marcador de género na certidão de nascimento e carta de condução, o nível de apoio do estado para os adultos LGBTQ+ que desejam começar uma família e segurança do trabalho. Foi também analisada a percentagem de adultos com mais de 18 anos que se identificam como LGBTQ+ e a percentagem de adultos LGBTQ+ com mais de 25 anos com filhos.

As cidades mais receptivas para a comunidade LGBTQ+
créditos: Money.co.uk

Reykjavik foi oficialmente coroada a cidade mais receptiva do mundo - sendo a única cidade a marcar 10/10 para aceitação LGBTQ+. Logo atrás estão Amesterdão e Roterdão, conquistando as posições de prata e bronze.

Lisboa ficou em 13º lugar para as cidades mais receptivas à comunidade LGBTQ+ em todo o mundo. A cidade pontua acima da média na sua classificação de receptividade LGBTQ + (5,61) e alcançou uma das classificações médias mais altas no Tripadvisor para os estabelecimentos LGBTQ+ (4,2).

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.