Amesterdão é uma dessas cidades… Amesterdão é gezellig! Para quem não sabe, gezellig é uma palavra holandesa que ouvimos muito por lá. Assim como a nossa “saudade”, “gezellig” não pode ser traduzida. O seu significado incorpora um sentimento. Pode ser tudo o que é aconchegante, agradável, pitoresco, confortável ou relaxante, mas também pode significar o tempo que passamos com um ente querido ou aquilo que sentimos ao ver um amigo depois de uma longa ausência.

Pronuncia-se: heh-sell-ick. Pode-se dizer que o termo engloba a alma da cultura holandesa. E os holandeses amam todas as coisas gezellig.

Noto isso mais em Amesterdão do que em qualquer outra parte do país, porque em qualquer canto ou esquina encontramos um café, restaurante, bar ou hotel boutique com ambiente caloroso, decorado com prateleiras cheias de livros, almofadas coloridas, quadros ou plantas. É tudo muito aconchegante, muito confortável. Às vezes, no Inverno, até encontramos espaços com uma bela lareira.

Restaurante Bleu
Restaurante Bleu créditos: DR

As lojas também são fantásticas e as que vendem queijo enchem-nos os olhos (e os outros sentidos) com a sua variedade e quantidade.

Mas nada é mais gezellig que os famosos canais de Amesterdão. Com seus barcos, suas pontes bonitas e margens coloridas por pitorescos edifícios de ângulos inclinados e fachadas ornamentadas que parecem ganhar ainda mais vida ao entardecer. É tão romântico!

Amesterdão
créditos: The Travellight World

Dá vontade de passear por ali agarradinha ao amor da tua vida, enquanto partilham os dois um stroopwafel (waffell recheado com calda de açúcar e especiarias) acabado de fazer e comprado quentinho na rua.

E depois temos os mercados de rua, como aquele que todos os terceiros Domingos do mês ocupa a Praça dos Museus (Museumplein). Artesanato, produtos típicos, mantas felpudas, gorros e luvas quentinhas são vendidos juntamente com as tradicionais bitterballen ou outros tipos de comfort food.

Mercado de rua em Amesterdão
créditos: The Travellight World

O Inverno traz consigo a neve e o gelo mas não tens como não relaxar quando vês famílias inteiras a divertirem-se no ringue de patinagem que é montado na parte traseira do Rijksmuseum. Aqueles que não sabem patinar no gelo agarram-se a cadeiras velhas de madeira para não caírem. É muito engraçado (e pitoresco) de observar. As gargalhadas dos miúdos até nos fazem esquecer do frio e antes de dares por isso já te juntaste à brincadeira.

E pronto, é por tudo isso é que eu digo: Amesterdão é gezellig! Quem concorda comigo?

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

Artigo originalmente publicado no blogue The Travellight World

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.