Está quase tudo a postos para o início da Happiness Metality Journey. A viagem foi idealizada e preparada por Abbadhia Vieira, atriz, humorista e cineasta, e pelo marido Leandro Vieira, fotógrafo e designer.

A bordo da casa sobre rodas Velvet (um autocarro transformado em autocaravana), o casal vai percorrer a Europa durante quatro meses, tendo como destino a felicidade, quer dizer, a Finlândia que, de certa forma, pode ser sinónimo de felicidade.

A nação nórdica foi eleita quatro vezes consecutivas como o país mais feliz do mundo pela Organização das Nações Unidas (ONU), inclusive em 2021, o ano mais duro da pandemia.

Mas, afinal, o que é que a Finlândia tem? Não tem “samba, calor ou futebol”, tudo elementos que Abbadhia associa à felicidade, principalmente vindo de uma brasileira que vive em Portugal há cinco anos.

Na verdade, “não existe um manual para a felicidade”, explica Abbadhia que trabalha com soluções lúdicas para melhorar o bem-estar e a felicidade no meio corporativo. Este sentimento que todos perseguimos ao longo da vida pode ser alcançado de muitas formas e, neste processo, os viajantes pretendem encontrar algumas respostas.

Abbadhia e Leandro a bordo de Velvet
Abbadhia e Leandro a bordo de Velvet créditos: DR

Assim, surgiu a ideia para a viagem que dará origem a uma série documental de seis episódios. “Temos coprodução com uma produtora no Brasil. Cada capítulo vai abordar uma temática”, refere.

Durante a viagem, estão previstas paragens em 80 cidades, sendo que dois meses serão passados na Finlândia e o resto do tempo entre deslocações.

Educação; mercado de trabalho; saúde e genética; poder aquisitivo; segurança; cultura e comportamento serão os temas a abordar durante as entrevistas com finlandeses e estrangeiros residentes no país – portugueses e brasileiros fazem parte da lista. “Temos vários perfis de entrevistados para que cada um possa colocar a sua perceção de felicidade”.

“Uma coisa é certa, todos são unânimes em dizer que na Finlândia tudo funciona. Sabemos que a base da pirâmide é sólida, ninguém tem dificuldade com saúde, educação e segurança, isso definitivamente não é um problema para eles. É um pontapé inicial para se considerarem felizes”, resume.

Mas será que existem mais razões por trás desta felicidade (aparentemente) tão plena? É isso que vai ser também averiguado por Abbadhia e Leandro, até porque “a felicidade não é o destino, é a jornada, e no processo vamos descobrir muitas coisas”, conclui.

Esta jornada vai poder ser acompanhada através do Instagram, YouTube e Facebook.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.