A empresa de assentos de avião Aviointeriors já tinha criado um modelo que permitia aos passageiros ir em pé durante as viagens de avião, aumentando assim a capacidade do mesmo. Agora, apresentou uma nova versão com algumas melhorias.

O novo design, chamado Skyrider 3.0, é muito semelhante às versões anteriores do assento. No entanto, uma grande diferença é que não tem um suporte entre os assentos para ligá-los ao piso e ao teto, como a versão anterior.

Assim como no Skyrider 2.0, a Aviointeriors afirma que este design vai permitir que as companhias aéreas acomodem mais passageiros no avião (mais 20%), já que reduz o espaço necessário para as pernas. A empresa acrescentou que o Skyrider 3.0 pesa menos 50% do que os assentos económicos convencionais e tem um número reduzido de componentes para "custos mínimos de manutenção".

A Aviointeriors acrescenta que o projeto pode ser usado nos Airbus A321 e A320 e no Boeing 737. Os três aviões são, geralmente, usados para voos de curta distância. Não se sabe se alguma companhia aérea já comprou o assento.

Em 2010, a Ryanair realizou um estudo com 120 mil passageiros e descobriu que 80 mil considerariam usar os assentos eretos se fossem grátis, enquanto 42% dos passageiros afirmou que usaria este tipo de equipamento, se o bilhete de avião custasse metade do preço normal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.