Foto: Mesquita Jumeirah

Considerado o período mais sagrado e importante do calendário islâmico, o Ramadão é celebrado pelos muçulmanos em todo o mundo, que privilegiam nesta altura a reflexão e os momentos com os entes queridos. Uma parte representativa do Ramadão é o jejum diário que os muçulmanos fazem durante este mês, abstendo-se de todos os alimentos e bebidas durante o dia. O jejum diário começa com uma refeição antes do nascer do sol, o Suhoor; sendo depois quebrado com o Iftar, quando o sol se põe.

É exatamente após o pôr-do-sol, que a cidade prospera com atividades e eventos culturais, comunitários e familiares. Os turistas são convidados a experimentar a verdadeira essência da hospitalidade árabe, as suas tradições e costumes, mas especialmente desfrutar dos vários Iftar’s espalhados pela cidade.

Reconhecido como uma das melhores tendas de Dubai durante o Ramadão, opulentamente decorada em estilo árabe, o Asateer at Atlantis, no The Palm, oferece uma experiência que espera ser memorável. Também o Al Majlis no Madinat Jumeirah conta com a popular tenda que transforma o Madinat Arena num cenário único rodeado pela arquitetura tradicional. Os visitantes podem saborear iguarias tradicionais do buffet e das estações de cozinha ao vivo, seguindo-se uma visita aos souks para fazer compras à noite.

Para os mais ecléticos, a sugestão do Turismo do Dubai recai sobre um banquete ao som de melodias árabes tocadas ao vivo em plena Ópera do Dubai.

Os Rove Hotels, situados em vários locais da cidade, pretendem manter viva a essência da partilha e da gratidão ao dinamizar a iniciativa “Pass It On”. Durante o mês do Ramadão, os clientes podem desfrutar de um Iftar por apenas AED 149 (cerca de 37€) por pessoa e também recebem um voucher gratuito para um segundo Iftar para dar a familiares, amigos ou ajudar alguém que precise.

Do Time Out Market Dubai ao Rang Mahal e ao Li’Brasil são vários os Iftars de gastronomia internacional também disponíveis no destino.

O Sheikh Mohammed Center for Cultural Understanding (SMCCU), criado para permitir maior compreensão e conhecimento da cultura árabe, é uma das sugestões de visita. Aqui é possível desfrutar de uma variedade de atividades, desde a degustação da culinária tradicional até às discussões sobre a vida local com os Emiratis. Durante o Ramadão são realizadas sessões especiais de Iftar, onde os visitantes podem perceber a importância e funcionamento deste acontecimento para os habitantes locais, desde o jejum, às orações, culminando com uma visita à mesquita.

Durante o dia, os turistas são convidados a visitar a Mesquita Jumeirah, uma das duas mesquitas no Dubai abertas a não-muçulmanos. Nela é possível ter uma experiência imersiva, na qual os visitantes podem assistir ao processo de 'wudhu' (o processo de limpeza antes da oração) e levados para o seu interior para aprender um pouco mais sobre o Islão e a cultura dos Emirados.

Habitualmente, durante este período, as lojas e restaurantes estão fechados durante o dia, mas no Dubai estão totalmente abertas e o horário de funcionamento das lojas e restaurantes foi estendido até à meia-noite para responder aos que desejam socializar com a família e amigos.

Recomenda-se que os turistas tenham algum cuidado durante este período de Ramadão, como por exemplo evitar consumir alimentos e bebidas perto de pessoas que estão a jejuar.

O final Ramadão culmina com o festival Eid Al Fitr que assinala o fim do Mês Sagrado. Este ano, espera-se que aconteça a 2 de maio de 2022.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.