De acordo com o The Japan Times, o chefe da Agência de Turismo do Japão, Hiroshi Tabata, revelou o plano numaconferência de imprensa, em resposta ao facto de que o número de viajantes internacionais que visitaram o Japão em abril deste ano ter caído 99,9% em relação a 2019, sendo a primeira vez desde 1964 que o número caiu abaixo de 10.000.

Com isso em mente, o governo está agora a procurar soluções para impulsionar o turismo. De acordo com a conferência de imprensa, o programa visa potencialmente fornecer cerca de 11,5 mil milhões de euros em financiamento, embora os detalhes exatos de como poderá ser distribuído o subsídio pelos turistas estrangeiros ainda não tenham sido anunciados.

Em 2019, o país recebeu 31,9 milhões de turistas, e a expectativa para este ano, quando ocorreriam os Jogos Olímpicos, era de 40 milhões de visitantes.

O Japão, com cerca de 16.600 casos confirmados de Covid-19 e cerca de 850 mortes, demonstrou maior capacidade de minimizar os efeitos do surto, quando comparado com outros destinos como os EUA e países europeus, apesar das suas restrições mais brandas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.