O prédio, de 828 metros, faz parte de uma campanha lançada ontem pelo governo do Dubai para distribuir 10 milhões de refeições à população carente do país.

A campanha foi lançada durante o Ramadão, mês sagrado de jejum muçulmano, que também é um período de meditação, orações e caridade.

A cada doação de 2,7 dólares, preço de uma refeição, será acesa uma das 1,2 milhão de luzes de LED do prédio. Menos de 24 horas depois do lançamento da campanha, uma contagem em tempo real no site da torre anunciava mais de 176 mil doações.

A torre é iluminada com frequência em solidariedade a países que vivem alguma crise, como os incêndios florestais na Austrália, e também pela China e Itália, dois países bastante afetados pela pandemia de Covid-19.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.