Foto: WOOL/Jofre Oliveras

A arte urbana voltou a "pintar" a cidade beirã e recebeu visitantes de vários locais nacionais e internacionais: Porto, Lisboa, Aveiro, Paris, várias regiões de Espanha, entre outros locais.

O WOOL 2020 despediu-se a 27 de setembro depois de realizadas várias atividades como workshops, conversas, visitas guiadas, masterclasses, estreias de cinema e, o mais importante, 3 murais e 8 instalações que são deixadas agora nas ruas da Covilhã, tal como acontece desde a primeira edição do evento.

Veja as fotos dos murais e instalações artísticas:

O mural de Jofre Oliveras foi fruto de uma colaboração com a reconhecida fotógrafa Lucia Herrero. O seu trabalho envolveu mais de 2 dezenas de pessoas da região da Covilhã. Um dos resultados desta colaboração é a intervenção mural que o artista pintou no centro histórico da cidade.

Alberto Montes e Tiago Galo também realizaram murais que agora se encontram no centro da cidade beirã. Catarina Glam construiu 8 instalações em madeira que foram expostas pela centro da cidade.

Além dos murais e instalações, também a exposição Serra ao Alto de Rui Gaiola, irá manter-se no edifício da Rua 6 de Setembro, local escolhido para esta intervenção artística.

O WOOL acontece há 7 edições e as intervenções deste ano juntam-se a mais de outras 40 obras, todas localizadas em pleno centro histórico da cidade da Covilhã.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.